Homem é flagrado vendendo peixes nativos em peixaria de Ilha Solteira durante piracema

0
Polícia - Jornal bom dia
Polícia Ambiental apreende oito quilos de peixes nativos sem nota fiscal em peixaria de Ilha Solteira — Foto: Polícia Ambiental

Mercadoria estava sem nota fiscal. Proprietário foi autuado por infração ambiental e multado no valor de R$ 863.

Um comerciante foi flagrado vendendo peixes nativos em uma peixaria de Ilha Solteira (SP), sem nota fiscal, nesta terça-feira (6).

De acordo com a Polícia Ambiental, o flagrante foi durante uma fiscalização de rotina por causa da piracema, que começou no dia 1º deste mês.

Os policiais apreenderam oito quilos de peixes da espécie pacu caranha. O proprietário foi autuado por infração ambiental e multado no valor de R$ 863.

A mercadoria foi doada para um lar de idosos da cidade, conforme informado pela polícia.

Piracema

Durante o período de reprodução dos peixes os pescadores precisam respeitar uma série de restrições. A piracema vai até o dia 28 de fevereiro de 2019.

Fica proibido o uso de equipamentos de mão, como linhas, vara simples e caniço com molinete ou carretilha. Assim como o uso de redes e pesca subaquática.

O tamanho dos peixes e a quantidade que pode ser retirada dos rios são estipulados pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF).

A pesca de peixes não nativos pode ser feita, desde que não ultrapasse 10 quilos mais um exemplar por pescador.