Geraldo Alckmin diz que vai convocar concursados para a Polícia Civil

0
Geraldo Alckmin durante visita na região noroeste paulista (Foto: Reprodução/TV TEM)

Sindicato Estadual dos Delegados cobrou o governo de melhorias após delegado morrer em acidente indo para plantão. Governador visitou o noroeste paulista nesta sexta-feira.

O Governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve nesta sexta-feira (31) na região noroeste paulista e falou sobre a situação da Polícia Civil e o efetivo da corporação. Nesta sexta-feira, a presidente do Sindicato Estadual dos Delegados, Raquel Gallinati, cobrou do governo melhorar o efetivo após um delegado morrer em um acidente em Cosmorama (SP). Na ocasião, ele estava indo para um plantão policial em Fernandópolis (SP).

“Estão saindo da Acadepol os policiais civis e científicos nomeados em dezembro. Fizeram a academia e termina na primeira semana de abril, delegados, investigadores e escrivães vão cada um para seus postos de trabalho. Semana que vem estarei autorizando a chamada de mais concursados. Vamos chamar delegados, escrivães, investigadores e polícia técnico científico”, afirma o governador.

Em São João de Iracema (SP), Alckmin entregou 68 casas de um programa estadual para famílias de baixa renda. A segunda parada foi em Pereira Barreto, onde Alckmin inaugurou a obra de 36 quilômetros da rodovia Deliciando Salles da Cunha, entre Pereira Barreto (SP) e Ilha Solteira (SP). Foram investidos R$ 42 milhões na recuperação e nos 11 quilômetros de faixas adicionais da estrada. O governador também assinou a autorização para recuperação do trecho da SP 310 de Mirassol (SP) a Pereira Barreto.

O acidente

O delegado Davi Ferreira da Rocha trabalhava no distrito policial da região norte de São José do Rio Preto (SP) e também era responsável por outras delegacias da região de Fernandópolis. Nesta quinta-feira, o delegado tinha que cumprir jornada dupla.

Davi seguia para Fernandópolis onde assumiria o plantão da noite, mas no caminho acabou batendo na traseira de um caminhão. A viatura em que ele estava ficou destruída. Antes de viajar o delegado tinha trabalhado durante a manhã no quarto Distrito Policial em Rio Preto. Duas vezes por semana ele ia para a delegacias pertencentes à seccional de Fernandópolis. Nesta quinta-feira era o último serviço dele naquela região.

Davi tinha 53 anos e era delegado há 25. Em Rio Preto trabalhou na Delegacia Seccional e atualmente era um dos delegados do quarto distrito policial. Ele ainda acumulava as cidades de Mira Estrela (SP), Indiaporã (SP) e Fernandópolis (SP).