Fluoretação da água faz 82% das crianças ficarem livres de cáries em Rio Preto

0
Caminhão chegando com o produto químico utilizado para o tratamento da água na cidade

Rio Preto teve um grande salto, nos últimos dez anos, no combate à cárie

Rio Preto tem, atualmente, 82% de crianças de zero a seis anos livres de cáries. O principal fator para isso é a fluoretação da água realizada pelo SeMAE – Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto. Esse índice será apresentado pelo município no 1º CIORP –  Congresso Internacional de Odontologia de Rio Preto, que acontece de 20 a 22 de setembro, na sede da APCD – Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas. Neste dia 20, o SeMAE realiza o seminário Água e Saúde, como parte da programação do CIORP.

Segundo Ana Maria Carpes Pranke, gerente de Saúde
Bucal da Atenção Básica e Especializada da  Secretaria
Municipal de Saúde, Rio Preto teve um grande salto, nos últimos dez anos, no combate à cárie. “Em 2008,
apenas 37% das crianças estavam livres da cárie. No ano passado, esse número praticamente dobrou. Foram 70% de crianças livres de cárie, de zero a 12 anos e 82%, de zero a seis anos”, informou.

Para a gerente de Operação e Manutenção de Água
do SeMAE, Jaqueline Reis, o índice atual é resultado da
transformação pela qual passou o Sistema de Flouretação de Águas de Rio Preto. “Nosso maior desafio foi atender a Portaria de Consolidação das Leis da Saúde Nº 5 de 28/92017, que estabelece que os sistemas de abastecimento de água ficam obrigados a manter a concentração de íon fluoreto no intervalo de 0,6 a 0,8 mg/l”, declarou.