Fisioterapeuta dá dicas de exercícios para a quarentena

0

Alessandra Giselle Martins está atendendo os pacientes via aplicativos e vídeos. Com todas as medidas para prevenção rápida do Covid-19 a rotina em casa de exercícios ajuda a manter a disposição e também combater a ansiedade e o estresse causados pelo isolamento.

Alessandra Giselle Martins fisioterapeuta //Imagens/BD

Com o distanciamento social recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) devido a pandemia de coronavírus, a fisioterapeuta encontrou nos aplicativos e vídeo uma forma de manter o cuidado com os pacientes. A profissional cuida de pessoas com todos os tipos de patologias, atletas e idosos.

– Os pacientes do pós-operatórios estão sendo acompanhados através de video. Eu gosto muito da live com os familiares ou uma videochamada onde conseguimos colocar membros da família, porque nesse momento a família é primordial para o resultado do tratamento.

A pratica de atividades físicas é indispensável para atletas e pessoas que querem manter a forma. Mesmo assim, de acordo com a fisioterapeuta, com a crescente tendência da prática esportiva amadora e no desporto, o alongamento deve ser usado para prevenir lesões, melhorar encurtamentos musculares e otimizar o desempenho físico.

– O que me preocupa em relação aos jovens e adultos que querem ser ativos é escutarem, por exemplo, o amigo ou um influencer dizendo que está tudo bem aquele tipo de atividade e com isso começar a fazer exercícios sem discriminação/orientação, tentando seguir a sequência e o plano de exercícios que o colega faz, sendo que o colega é muito mais ativo e tem condicionamento diferente. O mais importante nas atividades realizadas é respeitar os limites do seu corpo para não se machucar.

Para os pacientes de pós-operatório, Alessandra Giselle Martins diz que os exercícios devem ser avaliados com mais cautela, pois os riscos são maiores.

Para idosos e pessoas com doenças crônicas é recomendável redobrar o cuidado, pois os medicamentos e até a alimentação podem influenciar na recuperação do paciente. Quanto as pessoas que trabalham em home office, é recomendado fazer alongamento para ajudar na redução das dores causadas por movimentos repetitivos e longas horas em uma mesma posição.

– O que nós indicamos é que: siga o seu ritmo, não pode ficar parado. Em casa executar alongamentos porque a posição sentada pode causar cãibras e dor na coluna ou glúteos pelo encurtamento muscular,causando algum tipo de complicação como tendinite. E se tiver alguma dúvida, procure um fisioterapeuta porque o excesso de exercício ou o exercício sem orientação correta pode ocasionar lesões musculares e principalmente atrapalhar a qualidade de vida.