Febre amarela: doses aplicadas da vacina passam de 200 mil em Jundiaí

0

Morte de 48 macacos por conta da doença causou o fechamento de parque. Apesar do alerta vivido na cidade, não há registro de febre amarela em moradores.

A confirmação de 48 mortes de macacos por febre amarela continua provocando uma corrida aos postos de saúde de Jundiaí (SP).

Segundo boletim divulgado nesta segunda-feira (23) pela prefeitura, até o momento foram aplicadas 208.133 mil doses de vacina. Não há registros de febre amarela em humanos.

Mutirão de vacinação contra a febre amarela é realizado em Itatiba

Mutirão de vacinação contra a febre amarela é realizado em Itatiba

Além da morte dos 48 macacos, há 185 notificações, sendo 172 animais de Jundiaí. Deste total, 31 foram negativos, 43 aguardam resultados e 50 foram classificados como inadequados para análise.

A imunização é mantida em todas as unidades básicas de saúde até sexta-feira (27). O posto avançado do Parque da Uva funciona somente até quarta-feira (25), das 9h às 15h e das 17h às 20h.

O atendimento em horário expandido exclusivo para a imunização contra febre amarela será realizado nas UBSs Vila Rami, Caxambu, Hortolândia, Tamoio e Agapeama de segunda (23) a sexta-feira (27), das 17h até 20h.

A UBS Eloy Chaves funcionará entre terça (24) a sexta (27) e as UBSs Vila Maringá e Jundiaí Mirim funcionam entre quarta (25) a sexta (27), em horário ampliado das 17h até 20h. Já a UBS Novo Horizonte atende até 19h30, até sexta-feira (27).

Ainda há a oferta de doses com atendimento ampliado e exclusivo para febre amarela, das 17h às 20h, no PSF Rio Acima na segunda (23), Traviu na terça (24), Corrupira na quarta (25) e Santa Gertrudes na quarta (25) e quinta (26).

Jundiaí fecha o Parque do Corrupira após mortes de macaco
Jundiaí fecha o Parque do Corrupira após mortes de macaco

Parque fechado

Além de vacinar toda a população, outra medida tomada pela prefeitura foi fechar o Parque do Corrupira.

O local está em meio a uma área de mata e vários macacos que morreram com a doença estavam na região.

“O parque não é visitado somente por pessoas de Jundiaí e sim de toda a região. Por isso, essa medida foi tomada por precaução”, explica Maria do Carmo Possidente, da Vigilância Epidemiológica.

Parque do Corrupira está fechado em Jundiaí (Foto: Reprodução/TV TEM )
Parque do Corrupira está fechado em Jundiaí (Foto: Reprodução/TV TEM )