Fãs homenageiam Leandro, Cristiano Araújo e Fernandão em cemitério

0
Mãe do cantor Leandro, Carmem Divina (ao centro) visita túmulo do filho, em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)

Famosos estão sepultados no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia.
Familiares também fazem visitas, como a mãe de Leandro, Carmem Divina.

Familiares, amigos e fãs estão no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia, nesta quarta-feira (2), Dia de Finados, para visitar os túmulos dos cantores sertanejos Leandro, da dupla com Leonardo, que morreu em decorrência de um câncer, e Cristiano Araújo, morto em um acidente de carro em junho do ano passado. A sepultura do ex-jogador Fernandão, vítima de uma queda de helicóptero, também recebe homenagens.
O cantor Leandro morreu no dia 23 de junho de 1998, após lutar dois meses contra um câncer raro na região do tórax, em um hospital de São Paulo. Na época, o cantor tinha 36 anos.

Nesta manhã, a mãe dele, Carmen Divina, esteve na sepultura do filho, onde fez uma oração e a decorou com flores. “Tem que cuidar do túmulo, porque, apesar da morte, para a gente não acaba, fica sempre a lembrança”, disse ela.

Divina também diz que se emociona com as homenagens dos fãs. “É um sinal de que o pessoal não esqueceu dele e isso é muito importante para nós”, completou.

Um desses fãs é o comerciante Francisco Gonçalves, que fez questão de homenagear o sertanejo. “Sou do Nordeste, mas moro aqui em Goiânia há muitos anos. Como não posso ir visitar minha mãe no cemitério de lá, venho aqui participar da missa e rezar por ela e aproveito para, todo ano, passar no túmulo do Leandro para rezar, porque eu era muito fã dele”, disse.

Fã reza em frente ao túmulo do cantor Leandro, em Goiânia, Goiás (Foto: Vitor Santana/G1)
Francisco Gonçalves reza em frente ao túmulo do cantor Leandro, em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)

Outro túmulo muito visitado é o do cantor Cristiano Araújo, de 29 anos, que morreu após sofrer um acidente na BR-153, em Morrinhos, no sul de Goiás, quando voltava para Goiânia após um show em Itumbiara, em 24 de junho de 2015. A namorada dele, Allana Moraes, de 19, também morreu na ocasião e o corpo dela foi enterrado no mesmo cemitério.

A vendedora Cláudia Faria, de 36 anos, contou que sempre vai ao cemitério prestar homenagens a Cristiano Araújo. “Independente de ser data específica, eu vejo aqui fazer uma oração, acender uma vela, colocar uma rosa”, contou.

O ajudante de reciclagem Joilson Oliveira, de 22 anos, conta que acompanhou todo o drama da morte do cantor e da namorada, mas ainda não tinha ido ao cemitério. “Eu era fã há muito tempo, acompanhava os shows. Fui em uns dez shows dele. Fui no velório, na missa de sétimo dia, mas no túmulo é a primeira vez”, relatou.

Já a contabilista Valdete Pereira diz que sempre visita a sepultura de Cristiano Araújo. “Vim muitas vezes visitar o túmulo dele. Eu era fã há muito tempo, sempre acompanhava o trabalho dele, com músicas alegres. Hoje eu vim visitar meu filho e aproveitei para dar uma passada aqui para prestar uma homenagem”, contou.

Fãs visitam túmulo de Cristano Araújo, em Goiânia, Goiás (Foto: Vitor Santana/G1)
Fãs visitam túmulo de Cristano Araújo, em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)

No mesmo cemitério, fãs também visitam o túmulo do ex-jogador Fernandão, que morreu na queda de um helicóptero no dia 7 de junho de 2014. Também foram vítimas do acidente Antônio de Pádua, conhecido como Bidó, primo do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSBD), Edmilson de Sousa Lemes, cabo da PM e presidente da Câmara Municipal de Palmeiras de Goiás e Lindomar Mendes Vieira, funcionário da fazenda.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Fernandão estava em um acampamento às margens do Rio Araguaia, a cerca de 12 km do Centro de Aruanã, onde ele tinha uma fazenda, antes de sofrer o acidente.

O motorista Celewis Henrique Guimarães, de 40 anos, falou sobre a saudade que sente do ídolo. “Como torcedor do Goiás desde 88, eu era fã do Fernandão desde que ele começou no Goiás, desde moleque. Ele deu muitas alegrias para a gente que ficava na arquibancada, era um jogador espetacular. Desde o ano passado eu venho aqui visitar parente enterrado e passo aqui também pra prestar uma homenagem”, disse.

Túmulo do ex-jogador Fernandão, em Goiânia, Goiás (Foto: Vitor Santana/G1)
Túmulo do ex-jogador Fernandão no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)

DEIXE UMA RESPOSTA