Famílias da favela Brejo Alegre em Rio Preto devem desocupar área em até quatro meses

0
Famílias da favela Brejo Alegre devem deixar o local em até quatro meses — Foto: Reprodução/TV TEM

As 54 famílias que vivem na favela do Brejo Alegre, em São José do Rio Preto (SP), terão de desocupar os barracos em até quatro meses, após a decisão judicial da audiência realizada nesta quarta-feira (6).

Participaram da audiência realizada nove meses após a Justiça conceder a reintegração de posse ao município os representantes da prefeitura, do Ministério Público e da Defensoria Pública.

A área está sendo monitorada para evitar a construção de novos barracos. No entanto, as famílias poderão deixar a área apenas quando forem alojadas em locais seguros.

Após a audiência, a secretária de Habitação disse que a solução encontrada pelo município também foi o pagamento de um auxílio para que as famílias se realoquem fora da favela.

“Nós dividimos a favela em números de pessoas a partir da vulnerabilidade social agravada no caso de ter presença de crianças, adolescentes, idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais. Esses grupos serão agrupados pela questão da renda, quanto menor a renda, maior o valor a ser aportado e este valor será checado com a Defensoria Pública”, diz Fabiana Zanquetta, secretária de Habitação.

Os moradores serão chamados pela prefeitura no período de 15 a 60 dias para o pagamento da indenização. Caso as famílias não deixem o local, elas serão retiradas à força.