Excesso de peso em caminhão pode ter contribuído para acidente na Bandeirantes

0
Polícia investiga causa de acidente que matou um e deixou quatro feridos em Jundiaí

Excesso de peso em caminhão pode ter contribuído para acidente na Bandeirantes

A polícia irá apurar se o excesso de peso em um caminhão pode ter contribuído para o acidente envolvendo outros dois veículos na Rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí (SP), que matou uma pessoa e deixou outras quatro feridas nesta terça-feira (26).

A batida – que envolveu duas carretas e um carro de passeio – aconteceu no quilômetro 55, na pista sentido Capital-interior. De acordo com a Polícia Rodoviária, o carro foi esmagado entre as duas carretas. O motorista do veículo ficou presos às ferragens e morreu ainda no local do acidente.

Segundo a polícia, o excesso de peso do caminhão pode ter sido responsável pela baixa velocidade no trecho de subida leve na Rodovia dos Bandeirantes. Desta forma, a desaceleração pode ter colaborado para que o acidente acontecesse.

“O veículo, por algum motivo, também não estava em uma certa distância de segurança. O outro motivo também a ser verificado, é que a outra carreta que vinha atrás, por algum motivo de frenagem ou qualquer outra coisa, não houve tempo hábil para frear, colidiu na traseira dessa veiculo, que acabou sendo impulsionado para baixo da primeira carreta”, acrescentou o tenente da Polícia Militar Rodoviária, Paulo Tenório.

A rodovia chegou a ficar totalmente fechada por 10 minutos e, por isso, os veículos formaram um congestionamento de 9 quilômetros.

Carro ficou destruído após acidente na rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí (Foto: Reprodução/TV TEM)

Carro ficou destruído após acidente na rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí (Foto: Reprodução/TV TEM)
Carro ficou destruído após acidente na rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí (Foto: Reprodução/TV TEM)
Causas do acidente em Jundiaí devem ser investigadas pela polícia (Foto: Reprodução/TV TEM)
Causas do acidente em Jundiaí devem ser investigadas pela polícia (Foto: Reprodução/TV TEM)