Empresário que bateu carro de propósito dentro de drive thru já é investigado por embriaguez ao volante

0
Empresário é preso após se envolver em briga em drive thru — Foto: Arquivo pessoal

De acordo com o boletim de ocorrência, há três meses, o motorista bateu o carro no portão de uma casa em Rio Preto. Ele foi encontrado dormindo a 30 metros de distância, sem camiseta e com sinais de embriaguez.

O empresário de 27 anos que foi liberado mediante pagamento de fiança depois de bater de propósito o carro que dirigia em outro veículo no drive thru de uma lanchonete, em São José do Rio Preto (SP), já era investigado por embriaguez ao volante.

A confusão aconteceu na madrugada de domingo (28), em um estabelecimento comercial localizado na Avenida Alberto Andaló.

De acordo com o boletim de ocorrência, no dia 27 de abril, a polícia foi acionada para atender a uma ocorrência de veículo abandonado no bairro Jardim Maracanã.

Ao chegar ao local, a equipe encontrou um carro parado na frente de uma rampa de acesso do portão da garagem de uma residência com três pneus furados e o para-lamas dianteiro direito danificado.

Os policiais começaram a procurar pelo motorista e encontraram o empresário dormindo na calçada a cerca de 30 metros de distância do carro. Ele apresentava sinais de embriaguez e estava sem camiseta.

Ainda segundo o registro policial, questionado, o empresário disse à polícia que os pneus do carro tinham estourado ao passar em uma sarjeta e que parou o veículo na frente da casa.

Ele afirmou que havia consumido duas cervejas porque estava passando por problemas pessoais.

O carro foi retirado pela Polícia Militar do local da batida. Ele não foi levado para a delegacia, mas um boletim de ocorrência como dano ao patrimônio e embriaguez ao volante foi registrado.

Segundo caso

Três meses depois, o mesmo empresário se envolveu em outra confusão enquanto aguardava a vez de ser atendido pelos funcionários do restaurante.

De acordo com a Polícia Civil, o homem entrou na fila cantando os pneus de um carro de luxo e bateu na traseira de um veículo que estava no local.

O condutor do veículo e o empresário começaram a discutir e se agrediram fisicamente.

Após a discussão, o empresário entrou novamente no carro e bateu mais quatro vezes no veículo da vítima, com a intenção de fugir da fila. Pessoas que estavam no local registraram a briga.

A Polícia Militar foi chamada e levou o empresário, que apresentava sinais de embriaguez, para a delegacia.

Durante depoimento ao delegado de plantão, ele confessou ter ingerido bebidas alcoólicas desde as 15h, mas negou que estivesse dirigindo o veículo.

O empresário foi detido por embriaguez ao volante e dano. No entanto, ele pagou uma fiança de R$ 2 mil e foi liberado.