Emdurb implanta sistema de multa eletrônica em Bauru a partir de terça-feira

0
A partir de terça-feira, a Emdurb vai aplicar um sistema de multas eletrônicas em Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

Com o objetivo de tornar as multas de trânsito mais transparentes, os motoristas terão acesso pela internet a imagens do veículo no momento da infração.

A Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano e Rural (Emdurb) de Bauru vai implantar, a partir de terça-feira (6), um sistema de multas eletrônicas na cidade. Os motoristas vão ter acesso pela internet a imagens do veículo no momento da infração, o que prova o ocorrido e justifica a multa recebida.

“A mudança vai ser mais para os agentes de trânsito e fiscalização, onde ele tem a possibilidade de lavrar o auto de infração registrando a imagem do veículo, ele estando irregular ou até mesmo em movimento”, explica o gerente de infrações de trânsito da Emdurb, Gustavo Cardoso.

Ele também explica que o aparelho utilizado para aplicar as multas eletrônicas será um smartphone com uma impressora térmica. Com ela, o agente de trânsito poderá imprimir a segunda via da multa e deixá-la nos veículos, no caso de estacionados.

Nos demais casos, “vai ser elaborado o auto no banco de dados da Emdurb e posteriormente a pessoa poderá retirar a segunda via pela internet, não dependendo mais de ir até o terminal rodoviário”, esclarece Gustavo.

Assim, 36 agentes de trânsito vão passar por treinamento para ter o smartphone com o aplicativo e a impressora em mãos durante o trabalho.

Em Bauru, são aplicadas cinco mil multas por mês e, em pelo menos 1.500 infrações, os motoristas tentam a defesa, normalmente informando que não passaram pela região.

Agora com o novo sistema, os agentes de trânsito e os motoristas terão imagens para sustentarem seus argumentos.

De acordo com o gerente, o serviço significará uma transparência a mais para o agente de trânsito, pois deixará claro que o veículo que estava no local e no momento da infração estava estacionado de forma irregular, sem a credencial, sem o cartão, na frente de uma guia rebaixada, passando no semáforo fechado, utilizando o celular, entre outras autuações.