Em três semanas, comissão de Felipão usa mais de 80% do elenco do Palmeiras

0
Foto: Divulgação

Apenas cinco dos 28 jogadores que integram o grupo profissional ainda não atuaram desde a chegada do técnico

A forma como Luiz Felipe Scolari tem aproveitado o elenco do Palmeiras vem sendo elogiada pelos próprios jogadores. Não à toa: desde que sua comissão assumiu o trabalho e estreou contra o Bahia, há pouco menos de três semanas, 82% do grupo foi a campo em jogos da Copa do Brasil, Libertadores e Campeonato Brasileiro.

Dos 28 nomes do elenco profissional – sem contar Thiago Martins, que atuou antes de ser negociado com o futebol japonês –, somente cinco ainda não foram a campo desde que Felipão chegou: o goleiro Fernando Prass, os zagueiros Pedrão e Nico Freire, e os meias Vitinho e Guerra, este recém-recuperado de cirurgia no pé esquerdo.

A lista de jogadores que já atuaram:

  • Goleiros: Weverton e Jailson
  • Laterais: Marcos Rocha, Mayke, Diogo Barbosa e Victor Luis
  • Zagueiros: Antônio Carlos, Edu Dracena, Luan, Gustavo Gómez e Thiago Martins*
  • Volantes: Felipe Melo, Bruno Henrique, Moisés, Thiago Santos e Jean
  • Meias: Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Hyoran
  • Atacantes: Borja, Dudu, Willian, Deyverson e Artur

*Já deixou o clube

O rodízio em três disputas simultâneas, com prioridade para os torneios mata-mata, tem dado oportunidade na competição por pontos corridos a nomes que não vinham sendo utilizados com frequência, como Deyverson. Antes opção esquecida para substituir Borja, o centroavante foi autor de três gols nos dois últimos jogos como titular.

Felipão orienta Deyverson em treino do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)Felipão orienta Deyverson em treino do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

A estratégia é equilibrar o time com alguns titulares e descansar os demais para os compromissos seguintes. Foi assim no domingo, quando uma escalação mista derrotou o Vitória por 3 a 0, em Salvador, menos de 72 horas depois da vitória sobre o Bahia, pela Copa do Brasil.

– Em determinados jogos, serão alguns jogadores mais descansados, porque tenho um grupo muito bom. Posso colocar um, dois ou três que jogaram (o jogo anterior), para dar um suporte, ter a espinha dorsal. Tenho dados que me dão confiança de fazer isso. É fácil para mim nesse momento – disse Felipão, na capital baiana.

Para a partida de quarta-feira, contra o Botafogo, na arena, pelo Brasileirão, a maioria dos titulares deverá estar de volta, já que o próximo duelo de mata-mata será somente na semana que vem, contra o Cerro Porteño, pelas oitavas de final da Libertadores.