Edinho autoriza aumento de 5% na água

0
Edinho anunciou ontem o aumento na tarifa da agua

O último aumento na tarifa da agua foi em março de 2017. Desta vez, o reajuste é linear e não por faixa de consumo

O consumidor vai pagar 5,12% mais caro na tarifa da água em Rio Preto, a partir do dia 8 de agosto. O aumento foi autorizado pelo prefeito Edinho Araújo (MDB), depois que submeteu à análise de sua equipe, um estudo elaborado pelo Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto (Semae). O aumento pegou muita gente de surpresa. O reajuste é linear e não por faixa de consumo.

Entre as justificativas para o aumento, o Semae alega reajuste na energia elétrica de 16,9%. Outro fator que determinou o índice de aumento na tarifa da água foi a despesa do Semae pelo uso da água com o Departamento de Águas e Energia Elétrica do governo do Estado. A autarquia não revela esse índice na nota que distribuiu à imprensa.

Segundo o Semae, o aumento foi decidido “depois de um criterioso estudo por parte da equipe financeira” da autarquia, que chegou-se ao índice de 5,12%.

O reajuste foi aprovado pelo Conselho de Semae na reunião do último dia 27. Mesmo com o reajuste, a tarifa de água esgoto de Rio Preto, segundo o Semae, “continua sendo uma das menores do País”, diz e nota.

O Semae também divulgou informação sobre levantamento feito, este ano, pelo Instituto Trata Brasil, no novo ranking do saneamento – 100 Maiores Cidades do Brasil, realizado com dados do Ministério das Cidades em seu Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), Rio Preto tem a segunda menor tarifa de água e esgoto. A tarifa mínima em Rio Preto, considerada no estudo do Trata Brasil, é de R$ 1,85, ficando atrás de Uberlândia (MG), que indica tarifa mínima de R$ 1,69.

Pelo ranking publicado pelo instituto, Rio Preto saiu da 23ª posição no ano passado para a 9ª posição neste ano. Esses dados são referentes ao saneamento. Pelos dados, a cidade tem 84% de esgoto tratado por água consumida.

Com o índice de 5.12% anunciado, o impacto na conta do consumidor é considerado pequeno pelos técnicos do Semae. Para quem consome até 10 m3 por mês a tarifa vai passar de R$ 30,20 para R$ 31,80. Para quem consome até 15 m3 por mês vai de R$ 52,20 para R$ 54,90. A tarifa social não sofrerá reajuste e permanece R$19.00 para o consumo de até 10m3 por mês. O último aumento na tarifa de água foi anunciado em março do ano passado. O índice foi 15,38% e obedecia a uma tabela por faixa de consumo.