E agora?

0
Rodrygo pode voltar a ser utilizado como meia no Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC Rodrygo pode voltar a ser utilizado como meia no Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Sem Sánchez por três jogos, Cuca terá de quebrar a cabeça para encontrar substituto no Santos. Primeira alternativa seria Bryan Ruiz, que também estará com sua seleção.

Além de ter perdido a oportunidade de entrar no G-6 pela primeira vez em 2018 com a derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, o Santos tem outra notícia ruim para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Carlos Sánchez, um dos pilares da arrancada do time no segundo turno, servirá a seleção uruguaia nos amistosos contra Brasil e França, nos dias 16 e 20 de novembro, respectivamente, e desfalcará o Santos por até três jogos.

A primeira alternativa seria Bryan Ruiz, que ganhou uma vaga entre os titulares no revés contra a Chapecoense, na última segunda-feira. O problema é que o meia também foi convocado para a seleção da Costa Rica e não estará à disposição.

Diante desse cenário, Cuca terá de quebrar a cabeça para definir o substituto de Carlos Sánchez, já que no elenco não há peças com a mesma característica do uruguaio.

Rodrygo

Improvisar o atacante de 17 anos seria a alternativa mais provável para Cuca. Rodrygo já atuou na função por diversas vezes e se mostrou confortável no setor. O problema é que, ao recuá-lo, o ataque perde mais uma peça, já que Derlis González também será desfalque por ter sido convocado à seleção paraguaia.

Jean Mota

O meia pode voltar a ganhar oportunidade em sua função de origem. Jean Mota parece não ter empolgado Cuca e perdeu espaço no Santos. Ele não é utilizado desde o dia 6 de setembro.

Arthur Gomes

A possibilidade de improvisar o atacante de 19 anos no meio de campo chegou a ser estudada por Cuca e até foi colocada em prática em alguns momentos do clássico contra o Corinthians, no dia 13 de outubro, quando Rodrygo não esteve à disposição, e foi levada adiante contra a Chape, quando o garoto entrou no segundo tempo e participou de algumas jogadas. Dependendo dos treinos, pode ganhar nova oportunidade diante do Flamengo.

Léo Cittadini

De saída do Santos, Léo Cittadini é a opção menos provável no momento. Apesar de continuar sendo relacionado, seria surpreendente se Cuca optasse por utilizá-lo a cinco jogos do término de seu contrato. O jogador não joga desde 12 de agosto.