Dorival pode mudar esquema: linha de 5 na defesa e um zagueiro no Peixe

0

Técnico do Santos vai treinar variação na formação tática durante a pré-temporada da equipe, em janeiro. Esquema é tendência entre grandes clubes do exterior

Dorival Júnior, Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Dorival planeja mudanças no esquema tático do Santos para 2017 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Chelsea, Borussia Dortmund, Hoffenheim, Juventus e Sevilla. Itália, Alemanha, Costa Rica, Chile e Holanda. Esses clubes e seleções têm uma coisa em comum: o esquema tático com uma linha de cinco jogadores na defesa. E o Santos pode ser mais um adepto da formação que é tendência no exterior.

O técnico Dorival Júnior vai treinar a variação tática já na pré-temporada, a partir de 11 de janeiro, e espera que o elenco responda bem à mudança. O treinador é fã do esquema e acha que no 5-4-1 ou 5-3-2 o Peixe pode ganhar solidez defensiva, sem perder a ofensividade.

E mais: o Alvinegro não teria três zagueiros e dois laterais na linha de cinco defensiva, mas sim apenas um defensor de origem, dois volantes e dois alas. O objetivo de Dorival é armar a equipe com só um beque central.

O Santos já ensaiou a mudança na reta final da temporada, quando Yuri, volante de origem, atuou como zagueiro. Quando atacado, ele foi um defensor, mas com a posse de bola, era mais um meio-campista, oferecendo superioridade numérica e melhor saída de jogo.

Com a possível saída de um zagueiro, Yuri largaria na frente por uma vaga no time titular. Tendo como base as últimas escalações, o Peixe poderia atuar com Vanderlei no gol, a linha de cinco com Victor Ferraz, Renato, David Braz (Cleber), Yuri e Zeca. A segunda linha com Vitor Bueno, Thiago Maia, Lucas Lima e Copete, com Ricardo Oliveira na referência. Um 5-4-1.

Outra possibilidade é o 5-3-2, com Vanderlei, Victor Ferraz, Renato, David Braz (Cleber), Yuri e Zeca; Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno; Copete e Ricardo Oliveira.

Com a primeira fase da Libertadores em abril, Dorival e o restante da comissão técnica terão tempo para ensaiar mudanças no time titular e testar no Campeonato Paulista. Se o resultado for satisfatório, o santista vai poder ver seu time com apenas um zagueiro.

DEIXE UMA RESPOSTA