DJ teve assessor de Cachoeira como parceiro de negócio

0
Foto: Reprodução/Instagram

Gleyb Cruz, que foi homem forte de Carlinhos Cachoeira, já esteve preso e até chorou, revela que negociou Ferrari com DJ Neto.

Jair Viana

O empresário Gleyb Ferreira da Cruz, ex- assessor de Carlinhos Cachoeira, em declaração pública registrada no 1 Cartório de Notas de Anápolis (GO), afirma ter comprado a Ferrari, em janeiro de 2017, de José Rodrigues Mundim Neto, o DJ. Segundo Gleyb, o valor pago foi de R$ 1,2 milhão.

Gleyb Ferreira da Cruz, ex-assessor de Cachoeira

Na declaração, o ex-homem forte de Cachoeira afirma que a Ferrari seria fruto de uma transação Imobiliária entre Mundim Neto e um dos diretores da Skog, que briga na Justiça contra o DJ Neto.

O Bom Dia teve acesso a um cheque de número 00017, do Bradesco, no valor de um R$ 1,5 milhão, nominal a José Rodrigues Mundim Neto.

*BOMBA*Caiu como uma bomba em Goiânia as declarações de Gleyb.Ele confirma o envolvimento do DJ nas transações. Outro assunto que veio a público envolve suposta participantes da familia Ferreira com o narcotráfico.

Ulisses Ferreira e DJ Netto.

FAKE – O DJ, mesmo tendo ciência da ação que responde na Justiça goiana, fez a transferência de duas aeronaves e a Ferrari em questão para outras pessoas.

A AÇÃO Diferente do que parte da imprensa divulgou, baseada em nota da assessoria do DJ sertanejo, ele responde a um processo que tramita na 31 Vara Civel de Goiânia, proposta pela Skog Bioenergia, arrestou o avião e a Ferrari, impedido a venda desses bens.

*ORIGEM – A origem dessa ação se deu por conta de uma fazenda no município de Paranã, (TO) bem conhecida pela montagem de documentos fraudulentos, que o DJ Netto tentou vender para Skog que depois de checar viu que a fazenda tinha problemas agrários .

A INFLUÊNCIA – O proprietário da Skog revela que vem recebendo ligações anônima falando que Ulisses pai do DJ Netto tem muita influência e ramificações em todos os órgãos e vai mudar a decisão por bem ou por mal.

A AÇÃO – A origem dessa ação se deu por conta de uma fazenda no município de Paranã, (TO) bem conhecida pela montagem de documentos fraudulentos, que o DJ Netto tentou vender para Skog que depois de checar viu que a fazenda tinha problemas agrários .

Ligações Perigosas – O ex braço direito de bicheiro teria se aliado à família do DJ NETTO, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas internacional.
O interesse, segundo juristas é manipular processo , denunciação caluniosa, fraude processual , suposto tráfico internacional e formação de quadrilha.

FICHA SUJA – Gleyb Ferreira da Cruz , apontado como um dos principais auxiliares do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, já chorou ao prestar depoimento em audiência referente ao processo da Operação “Monte Carlo” que , desmontou uma rede de jogos ilegais em Goiás. Ele e Cachoeira são os únicos dos oito réus que passaram um tempo atrás das grades.
Em lágrimas, Gleyb se negou a responder às perguntas que foram feitas pelo juiz, à época Alderico Rocha, responsável pela condução do processo. “Eu até gostaria de colaborar, mas vendo o que tem acontecido desde o início, eu não vejo que o Ministério Público queria esclarecer a verdade. Vivo aqui uma condenação, disse o réu”, disse, chorando e algemado.

Pessão – advogados, a estratégia usada pela defesa do DJ Netto, de registrar um boletim de ocorrência nesta fase do processo, soa como insulto ao juiz que já estava para prolatar a sentença.”Parece estarem testando se eles têm influência ao ponto de pressiinar o juiz”, disse um.dos advogados que pediu sigilo de sua identidade.

No mês passado, na tentativa de induzir o juiz a erro, o lobista retirou seu filho da sociedade. Com isso, segundo teria dito a amigos, ficaria mais fácil para ganhar a disputa na Justiça.