Direção de prova absolve Rosberg, que mantém pole position na Hungria

0

Alemão foi investigado por supostamente desrespeitar bandeiras amarelas em volta que garantiu 1º lugar. Comissários consideraram que ele reduziu significantemente

Nico Rosberg não vai perder a pole position para o GP da Hungria, cuja largada está marcada para as 9h deste domingo (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Globo. O alemão da Mercedes foi investigado por supostamente ter desrespeitado a sinalização de bandeira amarela na volta que garantiu o primeiro lugar no grid, no fim do Q3. Após ouvir o piloto, um representante da equipe e analisar dados da telemetria, a direção de prova decidiu não aplicar nenhuma punição. Os comissários consideraram que Rosberg desacelerou significativamente no setor, não cometendo uma infração. Confira como foi o treino classificatório deste sábado.

O incidente ocorreu nos instantes finais do treino classificatório deste sábado. Seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, possuía o melhor tempo e vinha anotando as melhores parciais, quando teve que tirar o pé em razão de Fernando Alonso, que encontrava-se atravessado na pista. Rosberg, que vinha na sequência, passou pelo setor quando o espanhol da McLaren já havia saído do caminho, conseguiu melhorar seu tempo e anotou a volta mais rápida.

Comunicado da FIA sobre Nico Rosberg na Hungria (Foto: Divulgação)Comunicado da FIA sobre Nico Rosberg na Hungria (Foto: Divulgação)

Nas imagens onboard é possível reparar que Nico tirou brevemente o pé do acelerador ao passar pelo setor. Além disso, uma análise gráfica da FOM, baseada em dados da telemetria, compararam a volta dele com a anterior, mostrando que o líder do campeonato realmente desacelerou, mesmo que rapidamente, antes da freada da curva seguinte.

Comparação do mesmo trecho de volta com bandeira amarela (direita) com volta anterior (esquerda) mostra que Nico Rosberg tirou o pé no setor (Foto: Divulgação / FIA)Comparação do mesmo trecho de volta com bandeira amarela (direita) com volta anterior (esquerda) mostra que Nico Rosberg tirou o pé no setor (Foto: Divulgação / FIA)

O incidente, no entanto, é polêmico porque o regulamento diz que, em caso de bandeiras amarelas duplas, o piloto deve “reduzir a velocidade significativamente, não ultrapassar, e estar preparado para mudar de direção ou parar o carro” por haver “risco de bloqueio parcial ou total da pista e/ou comissários trabalhando na pista ou fora dela”. Com isso, ficou para a interpretação da direção de prova se Rosberg havia reduzido “significativamente” ou não.

O que diz o artigo 2.4.5.1, Apêndice H, do código desportivo internacional da FIA?

B) BANDEIRA AMARELA
Este é um sinal de perigo e a bandeira deve ser mostrada para os pilotos de duas maneiras, representando dois significados distintos.
– Bandeira amarela simples: reduza a velocidade, não ultrapasse, e esteja preparado para mudar de direção. Existe um risco ao lado da pista ou em parte dela.
– Bandeira amarela dupla: reduza a velocidade significativamente, não ultrapasse, e esteja preparado para mudar de direção ou parar o carro. Existe um risco de bloqueio parcial ou total da pista e/ou comissários trabalhando na pista ou fora dela.

Trecho do Código Esportivo da FIA diz que piloto deve se preparar para parar em caso de bandeira amarela dupla (Foto: Reprodução)Código Esportivo diz que piloto deve se preparar para parar em caso de bandeira amarela dupla (Foto: Reprodução)
Resultado do treino classificatório para o GP da Hungria (Foto: Divulgação)Resultado do treino classificatório para o GP da Hungria (Foto: Divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA