Diário do Tricolor – Ascensão de Luiz Araújo deve valer chance como titular no Choque-Rei

0

Bastante elogiado por torcedores nas redes sociais, atacante de 20 anos tem tudo para ser um dos atacantes do São Paulo no clássico contra o Palmeiras, na quarta

Luiz Araújo São Paulo (Foto: Ana Luiza Rosa - site oficial do São Paulo FC)
Luiz Araújo começou três vezes como titular, mas no time misto (Foto: Ana Luiza Rosa/São Paulo FC)

O duelo da próxima quarta-feira, contra o Palmeiras, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, pode ficar marcado na carreira de Luiz Araújo, de 20 anos, que tem grandes chances de ganhar sua primeira chance como titular do ataque do São Paulo em um clássico.

Como Michel Bastos não vive boa fase técnica, o técnico Ricardo Gomes está bastante inclinado a escalar o garoto revelado na base de Cotia.

Luiz Araújo tem até agora 14 jogos disputados na equipe profissional. Em três ocasiões em que o time reserva foi utilizado, ele começou jogando. No total, são 417 minutos em campo. Ele alterna boas partidas como desempenhos ruins, mas no geral agrada bastante o torcedor são-paulino, que pede a sua efetivação na equipe titular.

– Temos tido uma semana em que a equipe toda vem trabalhando muito forte para se preparar bem e estar pronto para a partida contra o Palmeiras. O professor Ricardo Gomes me deu chances, e a expectativa é melhor possível, quero fazer o melhor que puder para ajudar o São Paulo a sair vitorioso desse jogo – afirmou o jogador.

Quando questionado sobre a situação do jogador, Ricardo Gomes não confirmou a escalação. Mas Luiz Araújo atuou na equipe de cima no coletivo de quinta-feira e no treino tático de sexta-feira. Fez parte da segunda linha de quatro, aberto pelo lado esquerdo. Além de fazer jogadas pelas pontas, tinha a obrigação de voltar e dar combate em Buffarini, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, que era o lateral-direito da equipe reserva.

Luiz Araújo começou a temporada defendendo o Tricolor na Copa São Paulo de Juniores. Na sequência, foi o grande destaque da equipe que conquistou o título da Taça Libertadores da América Sub-20, competição disputada em fevereiro no Paraguai. Ele terminou o torneio como artilheiro. Pouco tempo depois, foi promovido ao time profissional pelo técnico Edgardo Bauza.

Hoje, o jogador ganha mais espaço na equipe porque dois atacantes foram negociados (Calleri e Alan Kardec). Além disso, Michel Bastos caiu muito de rendimento e voltou a ser criticado pelo torcedor. O jovem atacante teve seu contrato renovado no ano passado e tem vínculo com a equipe do Morumbi até junho de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA