Diário do Timão -Corinthians tira pressão de Gustavo; atacante pode estrear na quinta-feira

0

Diretoria dá atenção especial ao centroavante, cercado de expectativas para ser homem-gol do Timão. Ele pode participar de jogo contra o Sport, em Itaquera

Gustavo Corinthians (Foto: Diego Ribeiro)
Gustavo chegou ao Timão sob grande expectativa (Foto: Diego Ribeiro)

Contratado para ser o homem-gol do Corinthians no segundo turno do Campeonato Brasileiro, Gustavo chega com a responsabilidade de vestir a camisa 9 e confirmar a fama de artilheiro vinda dos tempos de Criciúma. A diretoria alvinegra, porém, faz questão de tirar o peso das costas do jogador de 22 anos, que tem sua primeira chance num clube de maior expressão.

A expectativa sobre Gustavo é enorme. Contratado por R$ 3 milhões, ele deve estar à disposição do técnico Cristóvão Borges para o jogo de quinta-feira contra o Sport, às 19h30 (horário de Brasília), na Arena Corinthians.

Por causa dessa ansiedade geral, o gerente de futebol Alessandro Nunes tem mantido conversas com o centroavante. A ideia é tirar o jogador dos holofotes e mostrar que é preciso ter paciência antes de cobrá-lo. Pelo Criciúma, ele fez 11 gols na Série B do Brasileirão.

Nos primeiros treinos pelo Corinthians, ele tem se destacado com gols, boas jogadas e personalidade. Mesmo assim, Gustavo vai precisar de tempo para se adaptar e encaixar na equipe.

gustavo corinthians (Foto: Sofia Miranda)
Gustavo vem sendo protegido pela diretoria (Foto: Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians)

– Estamos fazendo um trabalho no dia a dia, com o treinador, com a diretoria, com os atletas. Ele pode nos ajudar bastante, mas tudo ao seu tempo. Não é só chegar, colocar a camisa 9 e falar para ele ser artilheiro do time no segundo semestre. Não é assim. Ele vai ter as oportunidades, vai trabalhar, mas não faremos nenhum tipo de cobrança excessiva sobre um jovem de 22 anos que estava disputando a Série B – assegurou Alessandro.

A ideia é que Gustavo se encaixe naturalmente no time. Por isso, ele não deve ser titular logo de cara – Guilherme deve continuar como centroavante, caso se recupere das dores musculares que sentiu no fim de semana. O caso de Luciano, que chegou como sensação em 2014, mas depois caiu de produção, serve de exemplo para o clube.

– Temos de ter bastante calma e segurança sobre o que o Gustavo pode fazer rapidamente no clube. Tivemos uma experiência com o Luciano, que fez dois gols em seu primeiro jogo vindo do Avaí. Mas não é sempre nessa velocidade que as coisas acontecem. Ele mostra muitas características positivas, é um jovem promissor, mas que precisa chegar e se identificar para começar a ajudar. Tem de ter paciência – pediu Alessandro.

Só no Campeonato Brasileiro, Cristóvão Borges testou cinco nomes diferentes no comando do ataque: além de Guilherme, jogaram Lucca, Danilo, Luciano e André. Os dois últimos deixaram o clube, enquanto nenhum dos outros é centroavante de ofício. Por isso, Gustavo chega como solução imediata, mas que terá de pensar passo a passo antes de se consagrar com a camisa do Corinthians.

DEIXE UMA RESPOSTA