Diário do Peixe – Copete joga pelo pai e vibra por poder dar boas condições à família no Brasil

0

Atacante do Santos passou por dificuldades na infância, mas acreditou em promessa do seu “velho”, que faleceu há 10 anos. Colombiano enfrenta o Galo no Dia dos Pais

Copete - Santos (Foto: Lucas Musetti)Copete vai passar o primeiro Dia dos Pais no Brasil (Foto: Lucas Musetti)

Copete deixou o Atlético Nacional, da Colômbia, durante a disputa da última Taça Libertadores. Abriu mão de disputar a decisão e ser campeão continental para jogar pelo Santos. Não foi só isso. Ele resolveu encarar a saudade da família e a nova cultura e idioma para dar um salto na carreira. Esses desafios, porém, são pequenos perto do que o colombiano passou.

Copete teve infância e adolescência difíceis em Cali, na Colômbia. A família tinha dificuldades para levá-lo aos treinamentos e comprar materiais esportivos. Mas seu pai tinha certeza do sucesso e falava a todos que seu filho seria um grande jogador de futebol.

Copete saiu de casa cedo e foi tentar a sorte no futebol venezuelano. Quando se profissionalizava no Trujillanos, seu pai faleceu, vitima de um câncer. Hoje, dez anos depois, o santista joga pelo velho e se emociona ao lembrar que conseguiu suprir a expectativa dele.

– Não foi fácil chegar aonde estou. E se cheguei é pelo apoio da minha família. Meu velho tinha certeza de que eu me tornaria um grande jogador. Fez de tudo para isso, mas não pôde me ver crescer. Me vê lá de cima (aponta para o céu, emocionado). Fico feliz por ter cumprido a promessa dele. Hoje, quando vou à Colômbia, dizem que meu pai tinha razão – diz Copete, em entrevista ao GloboEsporte.com.

O camisa 36 do Alvinegro vai passar o primeiro Dia dos Pais no Brasil, neste domingo, ao lado de sua família. Depois de ficar um mês em Santos sozinho, hoje ele vive em um apartamento com Maryury, sua esposa, e os filhos Jonathan Alexsander, de 8 anos, e Jacobo, de oito meses.

Copete - Santos (Foto: Lucas Musetti)Copete ficou um mês sozinho antes de família vir ao Brasil (Foto: Lucas Musetti)

Depois de passar por apuros quando jovem, Copete diz que a sua maior satisfação é poder dar qualidade de vida aos seus filhos, além de ajudar sua mãe, que vive em uma fazenda comprada pelo atacante na Colômbia.

– Eu não queria que meus filhos passassem pelo que eu passei. Não é querer que tenham vida fácil, mas que tenham segurança, tenham o que precisam, um bom estudo, roupas, comida na mesa. Eu e minha esposa temos muito cuidado com a adaptação deles ao Brasil, e ficamos felizes que gostem da casa, da cidade, da praia, que se sintam bem. É tudo que precisamos – comemora.

– Minha mãe vive em uma fazenda na Colômbia e falo com ela e meus familiares sempre. Eles assistem aos meus jogos, me elogiam, também me criticam quando necessário. Quando posso, vou até lá e quero que ela também me visite por aqui – afirma.

Seu filho mais velho, Jonathan, mesmo nome do pai, é chamado de “Copetinho”. Isso porque o garoto vai a alguns treinamentos do Santos e se arrisca com a bola. Seu objetivo, porém, é ser goleiro.

Meu velho tinha certeza de que eu me tornaria um grande jogador. Fez de tudo para isso, mas não pôde me ver crescer. Me vê lá de cima
Copete

– Eu gosto muito de jogar bola e de ir ao treino com meu pai. Quero ser que nem o Armani (goleiro do Atlético Nacional, ex-time de Copete) – diz, tímido, o “Copetinho”.

Antes de poder comemorar o Dia dos Pais com a família, Copete tem um grande desafio pela frente. O Santos, quinto colocado, enfrenta o vice-líder Atlético-MG, neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro. Maryury e os filhos vão ao estádio.

– Vai ser lindo poder estar em campo e jogar pelo meus pais e minha família. Que eles me deem sorte e que possamos vencer, o que nos deixaria na briga pelo título do Campeonato Brasileiro – conclui.

Copete foi contratado em maio por R$ 1,5 milhões para contrato de cinco anos. O atacante rapidamente virou titular do Santos e tem três gols em nove partidas na temporada.

*Colaborou sob supervisão de Adilson Barros.

Copete - Santos (Foto: Lucas Musetti)Família vai assistir a Santos x Atlético-MG neste domingo (Foto: Lucas Musetti)

DEIXE UMA RESPOSTA