Diário do Peixe – Análise: amistoso mostra com quem Dorival Júnior pode contar no Santos

0

Alguns jogadores, como João Paulo e Fabián Noguera, se destacam no empate do Santos por 1 a 1 em festa na Vila. Já Lucas Veríssimo, por exemplo, decepciona

Fabián Noguera - Santos (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)
Fabián Noguera comemora o gol de empate do Peixe (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)

O amistoso do Santos contra o Benfica foi marcado pela festa pelo centenário da Vila Belmiro e pelas homenagens aos ídolos Léo e Giovanni. O empate em 1 a 1, porém, pode trazer boas lições para o técnico Dorival Júnior na sequência da temporada.

Os primeiros 30 minutos, que antecederam as primeiras substituições de Dorival (foram 18 ao todo), mostraram equilíbrio entre os titulares do Peixe e o time misto do Benfica. Os portugueses começaram melhor, marcando forte, pressionando a saída de jogo na defesa santista, mas o Alvinegro equilibrou as ações.

Os torcedores presentes viam um jogo de bom nível e bem disputado. Em um dos lances, aliás, o meia Cervi “esqueceu” que era amistoso e fez falta dura em Renato, que foi substituído. O zagueiro Luisão foi defender o companheiro, e os atletas se desentenderam.

 

A partir da primeira alteração – a entrada de Giovanni no lugar de Ricardo Oliveira aos 30 minutos -, o jogo perdeu intensidade. Cinco minutos depois, Dorival fez seis substituições de uma vez e começou a testar os reservas. E dentre os seis, um merece destaque: Fabián Noguera.

O argentino fez a sua estreia pelo Santos depois de chegar em julho e ficar três meses só treinando. A partida deste sábado foi a primeira em um ano. Seu último jogo foi em outubro de 2015, ainda pelo Banfield, da Argentina, antes de não renovar o contrato e ser afastado do elenco principal.

E o defensor, de 23 anos, superou a falta de ritmo e fez boa partida. Ele se mostrou seguro atrás, e ganhou quase todas as disputas no jogo aéreo quando foi o ataque. E foi assim, aos 42 do segundo tempo, que ele se aproveitou de falha do goleiro Ederson, para empatar o amistoso.

 

Outra boa surpresa para o Alvinegro foi a atuação de João Paulo, a quarta opção para a meta santista. Com a lesão no dedo indicador de Vladimir, ele foi relacionado para o jogo, e entrou aos 25 minutos do segundo tempo no lugar de John, que já havia substituído o titular Vanderlei.

E João Paulo, revelado na base santista, mostrou que tem estrela. Aos 39 minutos, o jovem de 21 anos defendeu pênalti cobrado por José Gomes. Três minutos depois, o Peixe empatou. E, aos 43, o goleiro voltou a fazer grande defesa em chute de fora da área de Dálcio.

 

Outros reservas que entraram bem foram Rafael Longuine e Walterson. Eles deram boa movimentação ao ataque. O jovem Matheus Oliveira, do sub-20, que fez a sua estreia como profissional aos 19 anos, poderia ter tido maior destaque se fosse menos individualista na hora de definir as jogadas.

E se alguns aproveitaram as chances, outros decepcionaram. O caso mais gritante é o do zagueiro Lucas Veríssimo. Ele entrou no intervalo e fez dois pênaltis em 45 minutos, os dois no atacante José Gomes e os dois ao ser driblado no um contra um.

 

Elano, que foi titular no lugar de Vecchio, praticamente não apareceu nos 25 minutos em campo. E o próprio argentino, que ficou em campo por 40 minutos, também não foi bem, mostrando a dificuldade que Dorival tem para achar substitutos para Vitor Bueno e Lucas Lima (na Seleção). Sorte a dele que Vitor já voltou a treinar em campo após lesão muscular.

No melhor lance de Vecchio, ele faz jogada individual e é derrubado dentro da área. O árbitro Raphael Claus errou e assinalou apenas a falta.

Outros reservas não citados que ganharam chances no amistoso – John, Daniel Guedes, Caju, Yuri, Fernando Medeiros, Léo Cittadini, Joel e Paulinho -, não comprometeram, mas também pouco fizeram em campo.

O jogo era de festa, mas Dorival certamente o utilizará para selecionar as chances que vai dar no decorrer da temporada. Pensando em 2017, o Santos mostra que tem muitas opções, mas ainda precisa de reforços. O time volta a campo na quinta-feira, contra o São Paulo, no Pacaembu.

*Colaborou sob supervisão de Ivair Vieira Jr

Santos x Benfica (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)
Dorival pode aproveitar atuações em festa na Vila para tomar decisões no futuro (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)

DEIXE UMA RESPOSTA