Desemprego nos EUA cai para 3,9%, taxa mais baixa em 17 anos

0
Desemprego nos EUA cai para 3,9%, taxa mais baixa em 17 anos (Foto: Spencer Platt/Getty Images North America/AFP)

Criação de vagas no mês de abril, entretanto, ficou abaixo do esperado. Foram criados no mês passado 164 mil postos de trabalho, contra expectativa de 190 mil.

A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu para 3,9% em abril, seu nível mais baixo em 17 anos, apesar da criação de empregos abaixo do esperado, segundo dados do departamento do Trabalho publicados nesta sexta-feira (4).

A economia americana criou 164 mil empregos, quando os analistas esperavam 190 mil.

A queda de dois décimos de ponto no desemprego, para o nível mais baixo desde dezembro de 2000, deve-se em parte a uma redução da participação dos desempregados no mercado de trabalho.

O relatório de emprego do Departamento do Trabalho dos EUA também mostrou que os salários tiveram apenas leve alta no mês passado, o que poderia aliviar as preocupações de que as pressões inflacionárias estavam aumentando rapidamente, provavelmente mantendo o Federal Reserve, banco central dos EUA, em uma trajetória gradual de aperto monetário (elevação da taxa de juros).

Na quarta-feira (2), o Fed decidiu manter a taxa de juros do país no patamar entre 1,5% e 1,75%.

A última elevação dos juros ocorreu na reunião de 20 e 21 de março, quando o Fed subiu as taxas em 0,25 ponto percentual. Atualmente, o banco central prevê outros dois aumentos dos juros este ano, embora um número crescente de autoridades monetárias veja três altas como uma possibilidade.

O aumento dos juros nos Estados Unidos tem potencial para atrair recursos aplicados em outras economias, sobretudo dos países emergentes.