Defesa Civil interdita casa incendiada por homem com a família dentro

0
Casa em Agudos incendiada por homem embriagado ficou destruída e acabou interditada (Foto: TV TEM / Reprodução )

Mulher e os três filhos seguem na casa de parentes. Suspeito teve prisão preventiva confirmada em audiência de custódia em Agudos (SP).

A Defesa Civil de Agudos (SP) interditou a casa incendiada no último domingo (22) por um homem com sua família dentro. A empregada doméstica Isaura Aparecida Vilocania Ferreira e seus três filhos continuam na casa de parentes.

Segundo o setor de Assistência Social da prefeitura de Agudos, a família está recebendo auxílio, como mantimentos, roupas e ajuda na retirada de documentos, todos destruídos no incêndio que consumiu a casa em apenas 15 minutos.

Ainda segundo a prefeitura, técnicos ainda estão analisando a situação social da família, mas, por enquanto, ela não se encaixa para receber o benefício de aluguel social.

Segundo a prefeitura, a família não está incluída na condição de alta vulnerabilidade social. Ainda de acordo com o setor de Assistência Social, o fato de o incêndio ter sido criminoso e estar sob investigação também dificulta a inclusão no benefício.

Isaura Ferreira estava na casa com os filhos e a nora e viu sua casa ser destruída pelas chamas em 15 minutos (Foto: TV TEM / Reprodução )
Isaura Ferreira estava na casa com os filhos e a nora e viu sua casa ser destruída pelas chamas em 15 minutos (Foto: TV TEM / Reprodução )

O incêndio foi provocado pelo marido da doméstica, João Romeiro Ferreira, que chegou na madrugada de domingo alcoolizado, ameaçou a família com uma faca e ateou fogo na residência.

Todos conseguiram sair e a família recorreu a ajuda de familiares. O suspeito fugiu do local, mas foi preso pela Polícia Militar em flagrante, ainda no bairro.

Nesta segunda-feira (23), o homem de 55 anos teve sua prisão preventiva confirmada em audiência de custódia. Segundo o delegado José Claudinei Salvadeo, que investiga o caso, o suspeito vai responder por ameaça doméstica e incêndio e foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Bauru.