Dado anuncia estação de esgoto compacta

0
BOMDIA - jornal bom dia
Em ato oficial, prefeito João Dado recebe doação da área

Obra vai custar R$ 600 e deve ficar pronta em pouco mais  de um ano. Será construída em área doada por uma moradora. A nova estação será construída na Vila Carvalho.

O prefeito de Votuporanga, João Dado (SD), decidiu pela construção de uma Estação Compacta de Tratamento de Esgoto (ECTE) numa área de 1,2 mil m², doada por Lilian Louise Motta. O novo sistema de tratamento de esgoto oferece um de 95% de refinamento.

O atual sistema existente na cidade alcança índice de 83%. O custo previsto da obre é de R$ 600 mil. O recurso e do próprio município, já previsto em orçamento.

A nova estação será construída no povoado de Vila Carvalho, que deu origem á cidade.“A Vila Carvalho foi a comunidade precursora de toda essa região.

Nosso governo está homenageando e preservando a nossa história”, disse Dado. Durante a assinatura da escritura da área, o superintendente em exercício da Superintência de Àgua e Esgoto de Votuporanga (Saev Ambiental), Marcelo Marin Zeitune, explicou sobre o modelo de construção da Estação. “Uma Estação Compacta de Tratamento de Esgotos geralmente
é construída em locais distantes da cidade.

Um sistema que tem algumas vantagens sobre o convencional, como por exemplo, o refinamento do tratamento do esgoto chegando a índices acima de 95%, quando o exigido é de 80%. Em Votuporanga, a ETE consegue atingir cerca de 83%”.

As tubulações de esgotos já estão instaladas desde 2012. A Prefeitura vai construir o emissário de 316 metros que terá também um trecho que atravessa a Rodovia Péricles Bellini, num método de obra não destrutivo. “Serão feitas três obras, o emissário com tubos de 250 milímetros, pela própria equipe da Saev Ambiental, na última etapa; a transposição da Rodovia, nesse método não destrutivo; e a Estação Compacta”, explica
Zeitune.

O processo licitatório para contratar a empresa que vai fazer a obra já está aberto.
A previsão e que a obra seja construída em pouco mais de um ano. “A partir desse período já estará resolvida a situação de coleta e tratamento de esgoto dos moradores da Vila Carvalho.

No entanto, a Estação entrará no período de Operação Assistida”, explica o
superintendente. A obra está orçada em cerca de R$ 600 mil. “É um investimento alto, que só foi possível porque o Prefeito João Dado, em seu primeiro ano de elaboração de orçamento, determinou que fossem destinados R$ 300 mil em 2018 e mais R$ 300 mil em
2019 para a benfeitoria, possibilitando, assim, a construção da Estação de Esgotos tão aguardada pelos moradores da Vila Carvalho”, finalizou o Superintendente.