Crianças aprendem a importância de reciclar óleo de cozinha em Rio Preto

0
Crianças levam óleo de cozinha para ser reciclado em escola de Rio Preto — Foto: Reprodução/TV TEM

Confira locais na região para descartar corretamente o óleo de cozinha. Veja também uma receita para fazer sabão com o óleo.

Você sabe o que fazer com o óleo de cozinha usado em frituras depois de usado? Jogar no ralo da pia é um ato contra o meio ambiente, já que ele polui os rios. Cada litro de óleo pode contaminar até 20 mil litros de água.

O correto é separar para reciclar. Crianças de uma escola de São José do Rio Preto (SP) se uniram para passar um recado muito importante: não jogar o óleo usado de cozinha pelo ralo ou lugar errado.

Elas levam o óleo que arrecada em casa para a escola. “Antes fazíamos sabão e agora nós vendemos o óleo a R$ 0,70 o litro e com isso compramos coisas para as crianças, fazemos brinquedo, mas o importante é a conscientização”, afirma a diretora da escola Miriam Coelho.

A escola é municipal, e a engenheira ambiental do município Daniela Amaral veio conhecer o trabalho de perto. Ela reforça que o óleo é muito destrutivo jogado em lugar que não deve.

“Descarte incorreto na água causa uma película que impede a luz e a entrada de oxigênio na água. Jogar na terra também não nasce mais plantas no local por um bom tempo porque o óleo impede as bactérias boas para o solo”, diz.

Em Catanduva (SP) tem uma cooperativa e são 90 mil toneladas de lixo reciclável que saem daqui para empresas recicladoras. Cada tipo de material tem um preço por quilo e se tem um produto que vale mais que plástico, vidro e papel, é o óleo.

O óleo fica armazenado, precisa ser filtrado, e depois vai para empresas recicladoras. Quando as pessoas ajudam e entregam o óleo usado para a cooperativa, garantem o salário dessas pessoas e a preservação do meio ambiente.

“O óleo tem um valor bom para gente, ajuda muitas famílias, mais do que papel, plástico”, afirma o cooperado Maurício de Oliveira.

Confira cooperativas que recolhem óleo na região

Associação Amor Exigente – Araçatuba

  • Avenida Prestes Maia, 1255 – Planalto.
  • Contato: (18) 3623-6604.

Cooperativa Recicla – Catanduva

  • Rua São Paulo, 888 – Higienópolis (barracão amarelo perto SAEC – Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva).
  • Contato: (17) 3857-4040.

Cooperlagos – Rio Preto

  • Av. Lécio Anawate – 500 (barracão sede)
  • Distrito Industrial
  • Av. Cenobelino de barros serra – 1580
  • Parque industrial
  • Contato: (17) 3212-1530

Votuporanga (3 unidades)

Ecotudo Norte

  • Av. Sete, 2440, paralela à Av. Jerônimo Figueira da Costa, Distrito Industrial I.
  • Telefone: (17) 3405-9195

Ecotudo Sul

  • Av. Conde Francisco Matarazzo esquina com a Av. Francisco Bueno Baeza, Jardim das Palmeiras I.
  • Telefone: (17) 3422-2854

Ecotudo Oeste

  • Vicinal Nelson Bolotário (estrada de Votuporanga/Valentim Gentil)
  • Telefone: (17) 3405-9195

Confira como fazer sabão caseiro

Ingredientes:

  • 1 quilo de óleo de cozinha usado;
  • 140 mililitros de água;
  • 135 gramas de soda cáustica em escamas (concentração superior a 95%);
  • 25 mililitros de álcool (opcional).

Modo de preparo

  1. Em primeiro lugar, coloque os óculos de proteção, as luvas e a máscara. A soda cáustica é altamente corrosiva e deve ser manuseada com muito cuidado. Vamos ao passo a passo de como fazer sabão caseiro:
  2. Coloque a água para esquentar até que ela fique morna. Coloque a água no recipiente pequeno e insira a soda cáustica lentamente e em pequenas porções no mesmo recipiente, misturando sempre. A ordem dos ingredientes também deve ser respeitada: colocar soda sobre a água, e nunca a água sobre a soda (isso pode provocar uma reação forte e causar acidentes).
  3. Depois de peneirar o óleo, esquente-o um pouco e adicione-o ao balde que será utilizado para colocar todos os demais ingredientes. Em seguida, insira a soda bem lentamente, em pequenas porções e misturando continuamente. Se você colocar a soda de uma única vez ou muito rápido sem a agitação adequada, o sabão pode empelotar e ficará difícil reverter.
  4. Misture somente o óleo e a soda por cerca de 20 minutos. A consistência final ideal deve ser parecida com a do leite condensado. É necessário respeitar esse tempo de mistura para que haja a reação entre o óleo e a soda.
  5. Após esse tempo de mistura, tem início o momento ideal para adicionar os demais ingredientes. Coloque o aromatizante e conservante (caso queira). Misture bem até que esses ingredientes se incorporem plenamente à mistura.
  6. Caso a massa final de sabão esteja muito líquida, insira o álcool lentamente e mexa bem por dez minutos para que a mistura não empelote. Nessa etapa, a massa do sabão caseiro ganhará consistência rapidamente.
  7. Depois é só despejar o sabão no recipiente separado e aguardar o processo de cura (que leva de 20 a 45 dias).