Corpo de Mateus Caramelo é velado em Clementina, no interior paulista

0
Caramelo está sendo velado em Clementina, interior de São Paulo, onde será sepultado nesta segunda (Foto: Marcos Lavezo)

Velório do lateral da Chapecoense é realizado na cidade de Clementina, a cerca de 500 quilômetros da capital paulista. Sepultamento será ainda neste domingo

Cidade pequena no interior paulista, com um pouco mais de 5 mil habitantes, Clementina vive neste domingo um dos dias mais tristes da sua história: está sendo velado na cidade o corpo do lateral-direito Mateus Caramelo, uma das vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense.

O corpo de Caramelo chegou por volta das 13h30 na igreja São João Batista, que desde o começo da tarde já estava tomada de familiares, amigos e moradores da cidade que foram dar o último adeus ao jogador, que tinha 22 anos.

Velório do lateral Mateus Caramelo em Clementina, interior de São Paulo (Foto: Marcos Lavezo)Multidão acompanha velório de Caramelo em Clementina (Foto: Marcos Lavezo)

– Infelizmente é um momento muito triste para todo o Brasil, e mais ainda para Clementina, que tinha no Mateus um dos filhos mais ilustres e queridos. Ver um menino que saiu daqui e estava fazendo sucesso, levando o nome da cidade, era muito importante para nós – afirma Elizeu Fernandes, 55 anos, amigo da família.

O corpo de Caramelo estava no velório coletivo organizado pela Chapecoense no último sábado e, de lá, foi levado por um avião da FAB até São Paulo. Até o interior paulista, a viagem foi feita em um carro funerário.

– Ele era muito humilde, todas as férias dele ele estava por aqui, jogando bola com o pessoal. A família dele também é bem querida na cidade, é uma pena. Foi uma tragédia para o Brasil e também para Clementina – diz.

O GloboEsporte.com informou que o enterro de Caramelo seria realizado apenas na segunda-feira, às 8h. Porém, a família optou pela antecipação e o corpo do jogador será enterrado ainda neste domingo no cemitério da Consolação, em Clementina.

Trajetória

Formado e revelado pelo Mogi Mirim, clube que defendeu de 2009 a 2013, Caramelo chamou a atenção do São Paulo pelo bom desempenho no Paulistão no último ano pela equipe do interior e foi contratado, à época com 18 anos.

No Morumbi, era visto como uma promessa. Alguém em quem o clube confiava para o futuro. Um jogador de muita força, profissional, sereno e bom de grupo. As duas temporadas por empréstimo na Chapecoense (2015 e 2016) serviriam como amadurecimento para retornar e ser aproveitado.

INFO Queda Avião Chapecoense VALE ESTE (Foto: infoesporte)INFO Queda Avião Chapecoense VALE ESTE (Foto: infoesporte)

DEIXE UMA RESPOSTA