Como a nutrição pode contribuir para a saúde do idoso?

0

Equilíbrio entre macronutrientes, micronutrientes e alterações corporais decorrentes da idade avançada devem ser levados em consideração no cardápio dos idosos.

A expectativa de vida ao nascer no Brasil, em 2016, era de 75,8 anos. Um aumento de três meses e 11 dias em relação ao ano anterior, de acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O envelhecimento é um processo natural, caracterizado por alterações físicas e mentais que requer cuidados específicos com a alimentação, em busca de atender as demandas aumentadas de micro e macronutrientes.

Para isso, os manejos nutricionais são essenciais para evitar a monotonia do cardápio dos idosos, visto que algumas dificuldades limitam sua ingestão alimentar. Confira três alterações e dicas para manter a saúde do idoso e nutrição de forma correta:

1. Inapetência

Uma alteração comum nos idosos é a diminuição do apetite. Esse fator leva à uma dieta monótona, visto que eles acabam consumindo os mesmos alimentos. Para reduzir esse desequilíbrio, alguns ajustes na alimentação são importantes:

  • Incluir especiarias nas preparações, como gengibre, pimenta, ervas finas (manjericão, hortelã, salsinha) e açafrão. Elas darão não só mais sabor a comida, mas também diversos fitoquímicos importantes para a o equilíbrio antioxidante corporal.
  • Variar nos ingredientes, optando por vegetais e legumes coloridos, que irão trazer mais “vida e cor” à refeição e estimular o apetite. Evitar cores iguais no prato!

2. Dificuldade de mastigação

Quando envelhecemos, nossa mastigação fica prejudicada, não só pela lentidão dos movimentos gástricos, como também pela dentição comumente afetada. É preciso adequar a consistência dos alimentos e ao mesmo tempo trazer opções nutritivas para a rotina do idoso com essa dificuldade.

  • Sopas e cremes feitos com legumes frescos, ervas e carnes desfiadas são ótimas opções para compor o almoço e jantar do idoso.
  • O uso de suplementos nutricionais a base de proteínas é uma forma de aumentar o aporte desse nutriente na dieta do idoso e ao mesmo tempo oferecer algo fácil de mastigar, como vitaminas e shakes no café da manhã!