Com medo de não encontrar vaga para estacionar, morador de Botucatu vai votar a cavalo

0
Cavalo - Jornal bom dia
Com medo de não achar vaga para estacionar, eleitor de Botucatu (SP) foi votar a cavalo — Foto: Murilo Rincon/TV TEM

Sérgio Alberto Bozoni, de 65 anos, deixou o carro em casa e foi votar acompanhado de Apollo, seu cavalo. Segundo ele, o animal estava há tempos sem dar um passeio.

Em dia de votação, as zonas eleitorais costumam ficar movimentadas e, para quem vai de carro, encontrar um lugar pra estacionar pode ser um problema. Em Botucatu, um morador encontrou uma maneira inusitada de escapar disso.

Sérgio Alberto Bozoni, de 65 anos, deixou o carro em casa e foi votar acompanhado de Apollo, seu cavalo. Segundo ele, o animal estava há algum tempo sem dar um passeio.

“Fazia um tempo que o Apollo precisava andar, e eu votar, então, uni o útil ao agradável. E deu tudo certo, votei rapidinho”, disse.

Votação na cidade

Neste domingo (28) duas urnas precisaram ser trocadas na cidade. Uma na Creche Municipal José Luiz Amat e a outra na Escola Municipal Rafael de Moura Campos.

Segundo o chefe de cartório de Botucatu, Igor Ignácio, uma delas apresentou falha na impressora e a outra problemas no hardware. Ambas foram substituídas de imediato e não prejudicaram a votação, que até o momento é bem tranquila na cidade.

Não há filas e, em sua maioria, os eleitores estão conseguindo votar com agilidade. A Guarda Municipal e Polícia Militar fazem o patrulhamento pelos locais de votação. Até o momento, não há registros oficiais de boca de urna ou qualquer outro tipo de ocorrência.

1º turno

Na cidade, que tem 115 mil habitantes e pouco mais de 96 mil eleitores, João Doria recebeu 32,34% dos votos no primeiro turno e Márcio França ficou com 25,54%. Na votação para Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) ficou com 56,58% dos votos válidos, seguido por Geraldo Alckmin, com 12,34%. Já Fernando Haddad (PT), apareceu em 4º lugar, com 10,07%.