Cetesb divulga que mais de 50 áreas estão contaminadas em Sorocaba

0
Área contaminada da antiga empresa Saturnia, em Sorocaba, estava sendo explorada por "garimpeiros" de chumbo (Foto: Reprodução/TV TEM)

Dados foram os últimos a serem divulgados, em dezembro de 2017. Das áreas contaminadas, 13 estão sendo investigadas.

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) divulgou que mais de 50 áreas estão contaminadas em Sorocaba (SP). A Cetesb monitora a situação em todos as regiões do Estado. Esse dado, o último a ser divulgado, é de dezembro de 2017.

De acordo com as informações divulgadas, são 51 áreas contaminadas em Sorocaba. Essa contaminação pode ser por metais pesados, como o chumbo, no caso da antiga fábrica de baterias em Sorocaba, onde “garimpeiros” estão fazendo a extração ilegal do metal que foi enterrado de forma irregular, ou por outros produtos químicos.

Segundo o levantamento, oito áreas têm risco confirmado. Outras 13 áreas estão sob investigação. Uma a avaliação é feita para saber o tipo de contaminação. O dono da área precisa apresentar um plano de tratamento e, se esse plano for aprovado, o tratamento é feito.

Ainda segundo os dados, 15 desses locais estão em processo de tratamento e oito em processo de monitoramento para encerramento. Ou seja, a Cetesb monitora esses locais por até três anos para saber se a área está pronta para uso.

Duas áreas estão contaminadas em processo de reutilização. E quatro locais já estão reabilitados para uso declarado.