Catanduva -Prefeitura é selecionada para participar do ‘Projeto de eficiência energética de edifícios’

0

Questões ambientais estão no foco da Prefeitura e Projeto vai identificar o consumo energético das edificações públicas

A excelente pontuação da Prefeitura de Catanduva no Programa Município Verde Azul, alcançando o 5º lugar em 2015, fez com que fosse uma das 20 cidades selecionadas, entre cerca de 300 participantes, para participar do Projeto de eficiência energética de edifícios. O objetivo é identificar e entender o padrão de consumo energético das edificações públicas e orientar medidas de economia.
Hoje, 4, às 17 horas, no 3º andar da Prefeitura, será feita a instalação dos medidores inteligentes, lembrando que energia geral do prédio será desligada. Os técnicos e mantenedores obterão capacitação para o uso desses medidores e gestão energética em edifício. Através desses dados será possível orientar a economia para aqueles que apresentarem consumo acima da média, contribuindo assim para a diminuição de gastos nos diversos setores da Prefeitura.
O objetivo é identificar e entender o padrão de consumo energético das edificações públicas, e o quanto o investimento em eficiência energética poderia contribuir para redução das emissões de gases de efeito estufa pelo setor. A ação faz parte do projeto de Transformação do Mercado de Eficiência Energética no Brasil, que tem o objetivo de contribuir com a economia de até 4 milhões de MWh de eletricidade nos próximos 20 anos e de reduzir emissões de gases de efeito estufa em até 2 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO²).
O projeto é executado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Município Verde Azul

Pode-se dizer que esta é uma grande conquista da Prefeitura de Catanduva na questão ambiental, alcançou a 5ª posição no ranking do Programa Município Verde e Azul. Saindo da 185ª posição, em 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA