Catanduva – Campanha de Hepatite vai até sábado

0

Estão sendo desenvolvidas palestras e testagens em diversos locais da cidade

Vai até sábado, 30, a Campanha de Hepatite com incentivo para que as pessoas façam testes rápidos para obter um diagnóstico, realizada
Pela Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Saúde e Programa Municipal DST/AIDS.
Esta campanha de conscientização é de extrema importância, por se tratar de uma doença silenciosa, que demora a exibir sintomas, mas que inicia transmissão no primeiro dia. Um dos grandes problemas no tratamento e diagnóstico da hepatite é a ausência de testes que comprovem a doença. “As pessoas não fazem o teste, então não é possível ter um diagnóstico precoce, que é fundamental para se iniciar o tratamento. Muitas vezes os sintomas são tão vagos que podem ser confundidos. O paciente continua levando vida normal e nem percebe que tem hepatite”, ressalta a coordenadora do Programa DST/AIDS Mileide Moraes Portapilla. .
Campanha
O objetivo da campanha é chamar a atenção da população para a importância das testagens rápidas, para que o tratamento tenha início o quanto antes. Para isso estão sendo desenvolvidas palestras e testagens em diversos locais.
Hoje, 29, as ações acontecem na Inclusão Social, das 8 às 11 horas e das 13 às 16 horas e no sábado, dia 30, será na Praça da Matriz a partir das 8 às 13 horas.

Precauções
Algumas precauções são necessárias para evitar a transmissão da doença.

Fique de olho:
– Evite contato direto com sangue e não compartilhe materiais que podem conter resíduos de sangue como: seringas, agulhas, canudos para aspiração de drogas, escovas de dente, barbeadores, navalhas, lâminas de barbear, alicates de cutícula.
– Utilize materiais descartáveis ou esterilizados para realização de piercing e tatuagem (neste procedimento a tinta deve ser de uso individual).
– Use regularmente e de forma correta preservativos masculinos ou femininos nas relações sexuais.
-Para prevenção da Hepatite B, há vacina nas Unidades Básicas de Saúde (postos de saúde), para todos os recém-nascidos, crianças, adolescentes e adultos até 49 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA