Casal acha cadela furtada há quase 2 meses após denúncia em rede social

0
Cachorrinha da raça shitzu foi encontrada após 52 dias do furto (Foto: Leandro Pinheiro/Arquivo Pessoal)

Casal conseguiu recuperar Mel após 52 dias do furto na casa em Olímpia.
Usuário criou perfil falso para contar detalhes de onde estava a cachorra.

Um casal de Olímpia (SP), que teve a cachorra da raça shitzu furtada no dia 11 de junho depois de ladrões invadirem a casa onde moram, conseguiu recuperar o animal de estimação quase dois meses depois do furto, após uma denúncia anônima de que a cachorra estava em uma casa em Sertãozinho (SP).

De acordo com o gerente comercial Leandro Rosa Pinheiro, de 26 anos, foi criado um perfil falso em uma página na internet apenas para avisar sobre o paradeiro da cachorra.

“Uma pessoa criou o perfil falso só para nos informar onde estava a nossa cachorrinha. Ela disse com tanta clareza que me fez acreditar na denúncia e acionar a polícia”, diz.

Depois de 52 dias do furto, Pinheiro foi até o local da denúncia junto com uma equipe da polícia. No local não havia nenhum morador, mas a cachorrinha foi resgatada pelos policiais e devolvida ao verdadeiro dono.

Para Leandro, a ausência de Mel era a maior tristeza do casal (Foto: Leandro Pinheiro/ Arquivo Pessoal)Ausência de Mel era motivo de tristeza para o casal
(Foto: Leandro Pinheiro/ Arquivo Pessoal)

“Fomos até Sertãozinho para fazer o reconhecimento, para ter certeza de que realmente era a nossa Mel. Quando chegamos, constatamos que rera ela e conseguimos trazê-la de volta. A alegria dela ao nos ver foi algo que aumentou ainda mais o nosso amor por ela”, conta.

Além da cachorra, os ladrões levaram um carro, aparelhos eletrônicos, roupas e sapatos, mas a preocupação do casal era com Mel, que vivia com eles há dois anos. “A hora que vi que ela não estava em casa entrei em desespero, fiquei nervosa. É uma companheira, a única coisa que a gente queria era a volta dela”, afirma a mulher de Leandro, Drielli Moro Pinheiro.

Segundo Pinheiro, todos os bens materiais furtados foram reembolsados pelo seguro. “Só nos faltava a Mel, que não teria como ter reembolso. Essa falta nos dava muita tristeza”, comenta.

A polícia disse que voltará a Sertãozinho para identificar o morador da residência, onde a cachorra do casal foi localizada. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

DEIXE UMA RESPOSTA