Carro de James Bond em filme de 1964 será reproduzido ao custo de R$ 13,8 milhões cada

0
Aston Martin DB5 usado em 007 contra Golfinger (Foto: REUTERS/Benoit Tessier)

Modelo Aston Martin não tem autorização para rodar nas ruas e apenas 25 unidades serão produzidas. DB5 original participou de “007 – Contra Goldfinger”, com Sean Connery.

A Aston Martin anunciou que vai produzir 25 unidades do DB5 utilizado no filme “007 – Contra Goldfinger”, de 1964. Além do visual clássico, o modelo virá equipado com os dispositivos criados para James Bond no filme.

Com as entregas previstas para 2020, cada unidade custará 2,75 milhões de libras, o que é equivalente a R$ 13,8 milhões.

A má notícia é que as réplicas não foram feitas para rodar nas ruas, ou seja, não têm autorização legal para serem emplacadas.

Para recriar os detalhes do carro do agente secreto, a empresa trabalhou em parceria com a produtora do filme.

No entanto, quais “brinquedos” do 007 estarão presentes nas réplicas ainda não foram divulgados pela montadora.

Vale lembrar que o DB5 original utilizado por Sean Connery no filme tinha telefone (com fio) escondido, escudo à prova de balas, radar e até lanças saindo das rodas.

Em 2010, uma unidade do DB5 que participou das filmagens foi vendida por R$ 6,8 milhões em um leilão.

Como opção aos fãs do filme, existe uma réplica mais acessível do DB5 do 007 feita de Lego.

Motor de 282 cavalos

O DB5 tem motor de 6 cilindros em linha e 3.995 cc de cilindrada. De acordo com a montadora, ele remde 282 cavalos de potência e faz de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos. Sua velocidade máxima é de 238 km/h.