Câmara de Rio Preto analisa 45 propostas e limpa pauta

0
Vereadores de Rio Preto limparam pauta (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Relatório da CPI da Riopretoprev também foi lido e segue para o MP.
Seis sessões extraordinárias foram feitas para deixar pauta limpa para 2017.

Depois de três dias com diversas sessões, a Câmara de São José do Rio Preto (SP) enfim fechou os trabalhos de 2016 nesta terça-feira (20). Nas duas últimas semanas foram feitas seis sessões extraordinárias para entregar a pauta limpa para os vereadores do próximo mandato.

Na última sessão do ano, apesar do atraso de quase uma hora para o início dos trabalhos, foram 45 propostas analisadas. Mesmo assim, alguns projetos foram “enterrados”. “Projetos que não foram votados e são de vereadores que não foram eleitos, serão arquivados”, afirmou Paulo Pauléra (PP).

A sessão, ainda, teve protesto. Funcionários públicos municipais voltaram a pedir explicações sobre o rombo na Riopretoprev, autarquia responsável pela previdência dos servidores rio-pretenses. A Caixa Econômica estima um rombo atuarial de R$ 1,2 bilhão.

O relatório da CPI da Riopretoprev, encerrada na semana passada e será entregue ao Ministério Público (MP). A relatora, Celi Regina, acusa o atual prefeito, Valdomiro Lopes (PSB) e o anterior, Edinho Araújo, de negligência, já que o relatório da comissão diz que não foram feitos os aportes financeiros necessários para manter os cofres da Riopretoprev no azul.

O tema que mais causou polêmica foi o que autorizava a formação de blocos parlamentares, o que engessaria a formação de CPIs, por exemplo. A proposta, contudo teve votação adiada para a próxima legislatura.

DEIXE UMA RESPOSTA