Câmara aprova lei que proíbe uso de canudos plásticos em Rio Preto

0
Canudos plásticos poderão ser proibidos em Rio Preto se prefeito sancionar a lei — Foto: Reprodução/Arquivo

Canudo plástico não poderá ser usado em bares e restaurantes, apenas os canudos de papel. Lei ainda precisa ser analisada pelo prefeito Edinho Araújo.

Os vereadores de São José do Rio Preto (SP) aprovaram na sessão desta quinta-feira (11) uma lei que proíbe o uso de canudinhos plásticos em bares e restaurantes da cidade.

A lei é de autoria do vereador José Carlos Marinho (PSB) e prevê que os estabelecimentos devem oferecer aos clientes canudos biodegradáveis de papel.

De acordo com a lei, o estabelecimento que desrespeitar a regra receberá uma advertência e depois multa de R$ 5,6 mil.

Além da multa, o estabelecimento poderá ser suspenso e ter até a licença cassada, caso recorra na infração.

Na justificativa, o autor da proposta alega que o “canudo de plástico demora até 200 anos para se decompor, causando ao meio ambiente danos irreparáveis.”

Agora, a lei será encaminhada para avaliação do prefeito Edinho Araújo (MDB), que poderá colocar a lei em vigor ou barrar a proposta. Ainda não há data prevista para a decisão do prefeito.

Em algumas cidades essa mesma lei já foi aprovada. Como em São Paulo, onde o prefeito Bruno Covas (PSDB) sancionou a lei no mês passado.

Outra lei

Além da lei dos canudos, outra lei referente ao meio ambiente foi aprovada na Câmara nessa sessão. É a do vereador Jorge Menezes (PTB) que autoriza a promoção de parceria público-privada a fim de implementação de ecobicicletas coletoras nas cooperativas e associações de reciclagem de lixo.