Cachorro passa por procedimento para retirar meia do estômago em Mirassol

0
Thor foi socorrido e levado para uma clínica em Mirassol — Foto: Luana Zupirolli

Como peça de roupa não foi para o intestino, veterinária optou por fazer endoscopia. Buldogue francês se recupera sem complicações.

Um cachorro da raça Buldogue francês precisou passar por um procedimento para retirar uma meia de dentro do estômago. A endoscopia foi feita na manhã desta segunda-feira (25), em uma clínica de Mirassol (SP).

Segundo a dona do cãozinho, Thor tem apenas um ano e quatro meses. Ele engoliu a meia, no domingo (24), enquanto ela estendia roupas no varal.

“Quando percebi, ele estava com ela na boca. Eu corri atrás, mas ele não soltava. Então, tive a ideia de oferecer um biscoito pensando que ele desistiria, mas ele acabou engolindo os dois”, diz Valdirene Santos, de 36 anos.

Meia foi retirada de dentro do estômago do cão  — Foto: Arquivo Pessoal/Luana Zupirolli
Meia foi retirada de dentro do estômago do cão — Foto: Arquivo Pessoal/Luana Zupirolli

Ao G1, a auxiliar de produção contou que se assustou quando percebeu. Preocupada com o que poderia acontecer com Thor, Valdirene procurou veterinários que atendem 24 horas e encontrou o contato de Luana Zupirolli.

“Eu fiquei desesperada. Na verdade, estou até agora, relembrando como tudo aconteceu. Na hora, eu mandei mensagem para a veterinária que me tranquilizou e pediu para eu levá-lo logo pela manhã”, relembra a moradora de Mirassol.

“Tomamos todo cuidado em casa, pois ele tem mania de morder tudo que está por perto. Deixamos todos os objetos fora do chão. Realmente, foi algo que não esperávamos”, completa.

Socorro

Thor chegou à clínica na manhã de segunda-feira (25). Quem realizou o atendimento do pequeno paciente foi Luana Zupirolli. A veterinária afirmou ao G1 que optou por fazer um procedimento menos invasivo, já que a peça de roupa não tinha chegado ao intestino.

“Quando casos como estes ocorrem, precisamos avaliar onde a meia está. No caso de Thor, ele tinha engolido há pouco tempo. Portanto, optamos por fazer uma endoscopia. Dessa forma, evitamos complicações que podem ocorrer quando abrimos o sistema digestivo”, afirma Luana.

Ainda de acordo com Luana, o procedimento durou cerca de 30 minutos. Thor acordou logo depois e se recupera sem nenhuma complicação. Apesar do caso curioso, a veterinária afirma que é comum cães engolirem objetos estranhos.

“Os cachorros possuem essa curiosidade. Eles colocam na boca, mastigam, gostam de sentir o que estão próximos a eles. Principalmente os filhotes, pois os dentes estão crescendo e coçam”, conta a veterinária.

Cuidados

Não é novidade que cães gostam de morder e brincar com objetos. No entanto, Luana alerta para alguns cuidados que os tutores precisam tomar para que situações como a de Thor não aconteçam.

“Chinelos, brinquedos e objetos pequenos que possam ser engolidos pelos cachorros devem ser mantidos distantes. No entanto, sabemos que pode acontecer. O ideal é o animal ser levado ao veterinário o mais rápido”, afirma.

“Se esse objeto estranho for para o intestino, o animal pode ter complicações e, em certos casos, se não for feito um atendimento correto, ele pode morrer”, complementa Luana.

Cachorro retornou para casa e se recupera bem  — Foto: Arquivo Pessoal/Valdirene Santos
Cachorro retornou para casa e se recupera bem — Foto: Arquivo Pessoal/Valdirene Santos