Brasil é terceiro em novo ranking da Fifa liderado por França e Bélgica

0
Foto: Divulgação

Seleção perde uma posição na classificação que tem quatro novos países no Top 10, sem Argentina e a ex-primeira colocada Alemanha, em queda para 15º depois de vexame na Copa

O sexto lugar na Copa do Mundo até que não fez tão mal à Seleção no reformulado ranking da Fifa. Divulgada nesta quinta-feira, a primeira classificação depois do torneio põe o Brasil como terceiro colocado, uma posição abaixo da anterior, anunciada em maio. Campeã, a França foi a que mais somou pontos (150) e aparece como nova líder, ganhando seis posições. Logo atrás está a Bélgica, terceiro lugar na Rússia e responsável pela queda da equipe treinada por Tite.

Os anfitriões da Copa, aliás, foram os que mais subiram: 21 colocações, aparecendo agora em 49º. São quatro as novas seleções no Top 10: a vice-campeã mundial Croácia (4º), Uruguai (5º), Inglaterra (6º) e Dinamarca (9º). Saíram desse grupo, Argentina (11º), Polônia (18º) e Chile (12º) e quem mais chama a atenção pela queda, a ex-primeira colocada Alemanha. A defensora do título e eliminada na primeira fase na Rússia agora aparece em 15º. Só não é pior do que o Egito. A equipe liderada pelo craque Salah foi o maior perdedor de pontos (77) e posições, de 45º para 65º.

Ranking da Fifa de agosto (Foto: Reprodução)
Ranking da Fifa de agosto (Foto: Reprodução)

A fórmula do novo ranking foi aprovada no Conselho da Fifa realizado em junho, pouco antes da Copa, na Rússia. Tentando simplificar o cálculo anterior, consiste no método estatístico Elo, criado para se calcular a força relativa entre jogadores de xadrez, usado em outros esportes por décadas e na classificação feminina elaborada pela entidade. Agora foi adaptado com o algoritmo chamado de “SUM”, desenvolvido a partir das características do futebol. Segue basicamente as seguintes regras:

  • Somar/diminuir pontos por resultados nos jogos no período analisado, em vez de tirar a média como na fórmula anterior.
  • Quem fica sem jogar preserva sua pontuação, sem a retirada do que ganhou nas últimas partidas disputadas.
  • Pontos são diminuídos por derrotas ou empates em confrontos contra seleções com pior colocação no ranking, com exceção de partidas de mata-mata em torneios importantes, como a Copa do Mundo.

A fórmula do algoritmo SUM em inglês é a seguinte:

P = Pbefore + I * (W – We)

Pbefore: Pontos antes do jogo
I: Importância do jogo
W: resultado do jogo
We: resultado esperado do jogo

A Fifa divulgou seu primeiro ranking em agosto de 1993, com o Brasil em oitavo. No mês seguinte, a Seleção assumiu a liderança, oscilando até junho de 1994 entre a primeiro e a quarta colocação. Depois de conquistar o tetra, permaneceu no topo durante seis anos e meio, até janeiro de 2001, recuperando a posição por causa do penta. A nova hegemonia durou entre julho de 2002 a janeiro de 2007. A partir daí, retomou a ponta somente entre julho e outubro de 2009 e de abril a maio de 2010.

A próxima edição do ranking da Fifa está prevista para 20 de setembro, depois dos primeiros amistosos depois da Copa do Mundo, marcados na segunda semana do mês que vem.