Bom, mas pode melhorar: em que o Palmeiras pode evoluir no 2° turno

0

Líder do Campeonato Brasileiro, Verdão busca corrigir deslizes na metade final da competição. “Trabalhamos em cima dos erros e das qualidades”, diz zagueiro

Campeão simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras inicia a metade final da competição no próximo domingo, às 18h30 (horário de Brasília), contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Dono do melhor ataque, com 35 gols marcados em 19 jogos, o Verdão agora faz uma autoavaliação para buscar onde melhorar para seguir na liderança.

Sem Gabriel Jesus, artilheiro da equipe e do Brasileirão, com 10 gols marcados, o Palmeiras encerrou diante do Vitória, no último domingo, uma série de três partidas sem vencer na ausência do atacante. Ainda assim, a equipe continua detectando pontos a serem evoluídos coletivamente.

– Trabalhamos em cima dos erros e das qualidades. O que erramos e o que acertamos temos de melhorar para ajudar o Palmeiras. Temos um plantel de jogadores e uma comissão técnica que nos passa tudo que acertamos e erramos, que nos ajudam a ter uma conclusão – afirmou o zagueiro Thiago Martins.

Baseado em estatísticas acumuladas ao longo do primeiro turno, o GloboEsporte.com lista abaixo alguns aspectos onde o Palmeiras ainda pode melhorar no campeonato para se manter na ponta e, em dezembro, encerrar o jejum de 22 anos sem títulos brasileiros.

DESARMES
Se na tabela de classificação o Palmeiras é o líder, na lista dos times que mais desarmam é o lanterna. Com um estilo de jogo ofensivo, o Verdão acumula apenas 386 desarmes, atrás de todos os outros 19 clubes que disputam o Brasileiro. O líder neste fundamento é a Chapecoense, com 540.

SAÍDA DE GOL
No triunfo sobre o Vitória, no domingo, o Palmeiras parece ter achado o substituto ideal de Fernando Prass. O experiente Jailson, de 35 anos, mostrou confiança e ganhará sequência na meta alviverde. Um ponto a ser melhorado pelo novo titular são as saídas de gol. O Palmeiras é apenas o segundo com mais saídas certas: tem 70. Está à frente apenas do Figueirense, que acumula 63.

ATAQUE PELA ESQUERDA
Zé Roberto está suspenso pelo terceiro cartão amarelo contra o Atlético-PR, e o substituto deverá ser Egídio. As jogadas laterais pela esquerda também representam um ponto a ser melhorado pelo Palmeiras. O time é o quarto pior neste aspecto, com 28 acumuladas ao longo do Brasileirão. Está à frente de Figueirense e Sport (26) e Grêmio (19).

FALTAS COMETIDAS
O Palmeiras não teve nenhum expulso ao longo do primeiro turno, mas o número de faltas cometidas é alto. São 320 até aqui – uma média de quase 17 por jogo. O Verdão é o quinto time com mais infrações neste sentido, atrás de Internacional (340), Vitória (332), Coritiba e Santa Cruz (322).

DEIXE UMA RESPOSTA