Banco de Leite Humano de Jundiaí trabalha com menos da metade do estoque

0
Banco de Leite Humano está com estoque baixo em Jundiaí — Foto: Divulgação/Prefeitura de Jundiaí

Banco está em alerta porque doações caíram muito por conta do frio. Quase todos os bancos do estado estão trabalhando com estoques abaixo do ideal.

O Banco de Leite Humano de Jundiaí (SP) está em alerta porque as doações caíram muito por conta do frio dos últimos dias. O banco está trabalhando com metade do estoque.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o estado de São Paulo é onde se concentra o maior número de bancos de leite humano. São 60 espalhados por várias cidades e quase todos estão operando com os estoques abaixo do ideal.

O Banco de Leite Humano de Jundiaí atende três hospitais e atualmente 15 bebês dependem do leite que é doado.

De acordo com Marcela Bionti, que é responsável pelo Banco de Leite, podem doar leite todas as mulheres que estão amamentando seus filhos e têm leite excedente.

Além disso, as doadoras não podem ser fumantes e não podem tomar nenhum medicamento que seja incompatível com a amamentação.

“Elas [doadoras] entram em contato pelo nosso telefone e nós vamos até a residência, passamos todas as orientações e aí passamos a buscar também o leite na casa delas”, explica Marcela.

Depois que o leite chega ao Banco de Leite, ele passa por um processo de controle de qualidade e, depois que está liberado para distribuição, é enviado para as Unidades de Terapia Intensivas (UTI) Neonatais.

Quem se interessar pode entrar em contato pelo telefone 0800-17-81-55.

Sorocaba

O Banco de Leite de Sorocaba (SP), que funciona no Conjunto Hospitalar, também está com estoque baixo. Hoje são 51 doadoras, número abaixo de sua capacidade.

O uso deste leite é exclusivo do CHS, que atende 48 cidades da região e tem demanda alta de recém-nascidos prematuros.

O Banco de Leite funciona diariamente até 19h. Mais informações pelo telefone (15) 3332-9405.