Audiência sobre trote agressivo na Faculdade de Medicina de Rio Preto é marcada para março

0
Primeira audiência sobre trotes violentos na Famerp foi marcada para março — Foto: Foto: Famerp/Divulgação

Justiça vai ouvir 31 pessoas no dia 23 de março de 2019. Caso foi em 2014 e envolve médicos, ex-alunos e funcionários da faculdade.

A primeira audiência para ouvir 31 pessoas envolvidas em trotes violentos da Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp) foi marcada para o dia 23 de março de 2019.

A audiência foi marcada na sexta-feira (14) porque todos os habeas corpus que tentavam impedir a ação foram rejeitados.

A denúncia envolve médicos, ex-alunos e funcionários da faculdade que teriam praticado violência a calouros.

O caso começou em 2014, quando uma das vítimas procurou a polícia e relatou as torturas que sofreu em uma festa de boas-vindas. O estudante chegou a desmaiar por causa das agressões e, durante as investigações, o Ministério Público identificou outras 49 vítimas.

Na ação, o MP faz uma proposta de suspensão condicional do processo por períodos que variam de dois a quatro anos. Para isso, os denunciados teriam que pagar multas que variam de R$ 15 mil a R$ 50 mil, com valor total de quase R$ 1 milhão.