Atraso na obra de duplicação da SP-79 causa transtornos a motoristas

0
Trecho sentido Sorocaba está em obras e dificulta a passagem dos motoristas — Foto: Reprodução/TV TEM
A duplicação da SP-79 entre Sorocaba e Itu (SP) já deveria ter terminado faz tempo, mas continua dando dor de cabeça aos moradores. É um trecho de 23 quilômetros, com algumas partes praticamente prontas e outras cheias de problemas. Quem depende da estrada está colecionando prazos não cumpridos para a entrega da obra.

A obra começou em outubro de 2012 e deveria ter sido entregue em abril de 2014. Os trabalhos chegaram a ser suspensos por causa de impasses judiciais de desapropriações de imóveis. Em dezembro de 2017, a obra foi retomada com previsão de término em junho do ano passado. Outro prazo descumprido.

Alguns trechos na parte de Sorocaba estão praticamente prontos, com dois sentidos duplicados. Já outros ainda têm muito trabalho pela frente, como uma área perto de uma rotatória. A terra foi até mexida, mas nada do serviço andar. O lugar onde houve desapropriações também precisa ser terminado.

Motoristas não escondem o descontentamento com a demora ao passar pelo trecho, como relata o conferente Janderson Siqueira Dias. “Essa situação é uma vergonha para o poder público, depois de tanto dinheiro investido na obra.”

Em um trecho bem perto do limite entre Sorocaba e Itu, motoristas que seguem sentido Itu encontram faixas duplicadas com asfalto lisinho e sinalização. Já os motoristas que vêm sentido Sorocaba passam por uma faixa só, antiga, cheia de remendos e ondulações. Eles reclamam que tudo isso provoca mal-estar para quem está ao volante e também prejuízo na manutenção dos veículos.

Do lado de Itu, no bairro Cidade Nova, a duplicação foi feita e já está sendo instalada uma passarela para pedestres. No retorno, na altura do quilômetro 55, há homens e máquinas trabalhando. Já no distrito industrial de Itu, onde até o ano passado a pista simples se encontrava com o trecho já duplicado, está tudo pronto: pista, sinalização e canteiro central.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que está tomando providências para entregar as obras de duplicação o quanto antes. O prazo foi estendido, porque há um processo de desapropriação em alguns trechos e uma programação para remover postes no bairro Cajuru. Para terminar esse serviço vão ser gastos R$ 14,5 milhões.

Operação especial
O trecho do viaduto em Itu terá interdições até sexta-feira (22). Os bloqueios serão para o lançamento de vigas de sustentação de duas passarelas e um viaduto em construção nos quilômetros 49, 55,5 e 62. As interdições de 10 minutos cada serão entre 7h e 18h. Os motoristas vão enfrentar esquema “Pare e Siga”. O trecho está sinalizado.