Atentado no sábado deixa 28 mortos no noroeste da Síria

0

Informação foi divulgada neste domingo (13) pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

28 pessoas morreram no sábado (12) em um atentado em Idlib, no noroeste da Síria, provocado por extremistas, aponta um novo balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) divulgado neste domingo (13).

“A explosão causou 28 mortos: cinco civis, dez combatentes da Hayat Tahrir al-Sham, oito pessoas acusadas de integrar o Estado Islâmico e cinco vítimas que ainda não foram identificadas”, afirmou.

Um primeiro balanço de sábado à noite informava nove mortos.

Após ter dito que o ataque teve origem desconhecida, o OSDH se retratou, afirmando que a explosão foi causada por um carro-bomba.

A maior parte da região de Idlib, cenário de disputas internas, é controlada pelos extremistas do ex-braço da Al-Qaeda na Síria, mas também abriga outras facções rebeldes opostas ao regime de Bashar al-Assad.

Nos últimos meses, várias explosões, algumas delas de origem indeterminada, sacudiram a cidade de Idlib e a província homônima.

Idlib, uma das últimas províncias que escapam ao controle do regime, é com frequência alvo dos bombardeios da aviação da Síria e de seu aliado russo.

Guerra na Síria

A guerra da Síria, que começou em 2011 depois que o regime reprimiu com força uma série de manifestações pacíficas, foi-se tornando mais complexa com o passar do tempo e com a intervenção de países estrangeiros e grupos radicais, em um território cada vez mais fragmentado.

O conflito deixou mais de 350 mil mortos e milhões de deslocados e refugiados.