Após cinco dias, pai que matou filhos sai da UTI e vai para a enfermaria

0
Zootecnista Hugo Imaizumi, de 41 anos, está estável em um quarto do SUS, sob escolta policial (Foto: Reprodução/TV TEM)

Zootecnista matou filhos, de 3 e 4 anos, e tentou suicídio em Rio Preto.
Segundo assessoria do hospital, ele está estável em um quarto do SUS.

Após cinco dias internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base (HB) de São José do Rio Preto (SP), o pai que matou os filhos de 3 e 4 anos a facadas e tentou o suicídio, no domingo (25), teve melhora no quadro clínico e foi para a enfermaria, na tarde de quinta-feira (29).

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, o zootecnista Hugo Imaizumi, de 41 anos, está estável em um quarto do Sistema Único de Saúde (SUS), sozinho e sob escolta policial. Ele tentou se matar e deixou um bilhete no quarto, em que diz que a motivação do crime teria sido uma traição da mulher, a fisioterapeuta Juliana Paes, de 39 anos, que nega a acusação.

A titular da Delegacia de Defesa da Mulher, Dálice Aparecida Ceron, afirma que Imaizumi não pode receber visitas. Ela diz que a polícia já colheu provas e alguns depoimentos e com a melhora do quadro clínico de Imaizumi deve ouvi-lo no hospital ainda nesta esta sexta (30) ou no máximo na segunda-feira (3).

A mãe dos meninos prestou depoimento à DDM na manhã desta sexta-feira (30) acompanhada de uma advogada. Segundo a delegada, ela reafirmou que Imaizumi pode ter dado sonífero para as crianças antes do crime. “Ela disse que o frasco de calmante, que era dela mesma, estava cheio e agora está na metade”.

Dálice disse que vai ouvir o irmão de Juliana, que teria recebido mensagens de Imaizumi. A delegada também aguarda os resultados dos laudos técnicos para saber se o pai realmente enviou vídeo do crime para a família da fisioterapeuta.

Entenda o caso
De acordo com informações do boletim de ocorrência, por volta das 2h, a mãe das crianças foi até a Unidade de Pronto Atentimento (UPA) do Jardim Tanguará e, desesperada, avisou a um dos guardas municipais que seu marido havia matado os dois filhos a facadas.

Os guardas foram até a casa com a mulher, onde encontraram o homem deitado na cama com as duas crianças. Conforme o registro policial, eles tentaram reanimar as crianças até a chegada do resgate, mas não conseguiram. Os dois irmãos foram mortos pelo pai com facadas na jugular, segundo a polícia.

Ele teria tentado cometer o suicídio em seguida e foi encontrado com várias perfurações no peito e ainda com a faca cravada no pescoço. Apesar de gravemente ferido, ele foi socorrido com vida ao Hospital de Base de Rio Preto.

Mulher espera que o marido sobreviva  (Foto: Reprodução / TV TEM)
Mulher espera que o marido sobreviva (Foto: Reprodução/TV TEM)

DEIXE UMA RESPOSTA