Andrés Sanchez pede licença da presidência do Corinthians

0
ndrés Sanchez em jogo do Corinthians — Foto: Caio Rocha / Estadão Conteúdo

Ele seguirá atuando como diretor e acompanhando o time; ideia é homenagem a vices

O Corinthians tem novo presidente. Na última quarta-feira, Andrés Sanchez pediu licença do cargo até o dia 30 de novembro, e Alexandre Husni, seu vice, já tomou posse.

No próximo dia 28 de novembro, os sócios do Timão vão eleger quem será o novo ocupante do cargo máximo do clube pelos próximos três anos (a partir de janeiro de 2021).

A ideia de Andrés é fazer uma homenagem a cada um de seus vices, deixando que os dois atuem como presidentes na reta final de seu mandato.

Portanto, o pedido de licença será renovado em dezembro, quando Edna Murad, a outra vice-presidente, assumirá o controle do clube de maneira formal. Neste momento, ela está em licença.

O pedido de afastamento de Andrés não o tira do dia a dia do clube. Ele seguirá acompanhando o time em viagens e atuará como uma espécie de diretor de futebol.

Vale lembrar que Duílio Monteiro Alves deixou o comando do futebol para concorrer à presidência do clube. Além dele, candidato da situação, Augusto Melo e Mario Gobbi são as opções para serem votadas pelos sócios em 28 de novembro.

Confira a nota oficial divulgada pelo Corinthians:

“O Sport Club Corinthians Paulista informa que o presidente Andrés Sanchez se licenciou do cargo da Diretoria Executiva ontem (11 de novembro) com o objetivo de estar no dia a dia do Departamento de Futebol Profissional.

Alexandre Husni, segundo vice-presidente da Diretoria Executiva, exercerá o cargo de presidente até o próximo dia 30.”