Agressão a filho que morreu foi motivada porque mãe estava alcoolizada: ‘Criança queria brincar’, diz polícia

0
Menino - Jornal bom dia
Menino ficou internado no Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto — Foto: Reprodução/TV TEM

A mulher de 29 anos que confessou ter agredido o filho, que morreu após dar entrada no hospital com ferimentos graves na cabeça, estava alcoolizada, informou a Polícia Militar. Ainda conforme a polícia, a mãe disse que estava sem ânimo para brincar com o Diogo Lima Moreira, de 5 anos, em Valetim Gentil (SP).

O menino chegou a ser socorrido no Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de São José do Rio Preto (SP), mas nesta segunda-feira (17) foi confirmada a morte encefálica. Antes de ter confessado o crime à polícia, Stefhany Oliveira Lima, de 29 anos, autorizou a doação dos órgãos dele.

“Ela [a agressora] alegou que tinha feito uso de bebida alcoólica. O menino queria brincar, estava eufórico, querendo ser criança. Ela não estava com ânimo e acabou se descontrolando e investindo contra o filho, quando ocasionou as lesões do traumatismo”, diz Cristiano Vieira, tenente da Polícia Militar. Um exame toxicológico foi solicitado.

Ainda de acordo com as informações da PM, após a agressão no domingo (16), a criança foi levada pela mulher ao posto de saúde da cidade e disse aos médicos que o menino tinha se machucado ao cair da bicicleta.

A equipe médica suspeitou da versão dela e acionou os policiais devido à gravidade dos ferimentos. Os vizinhos da família também informaram à polícia que ouviram barulho de briga e de batidas na parede.

A mulher, que trabalha em um berçário de Valentim Gentil e tem outros dois filhos, prestou depoimento na manhã desta segunda-feira e foi encaminhada para a DIG de Votuporanga (SP), onde permaneceu detida.

O caso gerou comoção entre os moradores da cidade e a mulher corria risco de ser linchada, informou a polícia.

A Prefeitura de Valentim Gentil disse que diante da situação, a mulher será afastada do cargo até que a investigação seja concluída.