Adolescente grávida perde bebê após injeção: ‘Entrou com saúde e foi à UTI’

0
Jovem está internada na UTI do Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (Foto: Arquivo Pessoal)

Adolescente de Praia Grande (SP) teve convulsões após tomar injeção.
Nicole está internada há uma semana em estado grave no Irmã Dulce.

A família da jovem Nicole di Silvério dos Santos, de 15 anos, tenta entender o que causou sua internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A adolescente estava grávida de cinco meses e acabou perdendo o bebê após tomar uma injeção e começar a ter uma série de convulsões.

Segundo a mãe da jovem, Vanessa di Silvério, os problemas começaram no dia 20 deste mês, quando Nicole foi até ao Pronto Socorro localizado no bairro Quietude, local onde era realizado seu pré-natal.

“Ela estava bem, foi até de bicicleta. Minha filha sofre de bronquite asmática e o médico solicitou que ela fizesse uma inalação e, em seguida, ela tomou uma medicação na veia. Foi então que ela reclamou de estar se sentindo mal, com a visão turva e pouco tempo depois ela começou a ter convulsões”, afirma.

A mãe da adolescente diz que sua filha ficou internada na unidade de saúde até o dia seguinte, quando seu quadro clínico piorou e ela foi transferida à UTI do hospital Irmã Dulce.

Internada há uma semana na UTI, na última segunda-feira (26) Nicole acabou perdendo sua filha. A jovem estava com cinco meses de gestação.

“Os médicos me disseram que alguns órgãos dela [Nicole] apresentaram problemas e o bebê não resistiu. Há pouco tempos tínhamos descoberto o sexo. Era uma menina e já tinha até nome: Vitória”, lamenta a mãe da adolescente.

Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (Foto: Reprodução/TV Tribuna)Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande
(Foto: Reprodução/TV Tribuna)

Agora, a família de Nicole pede justiça para os órgãos competentes e quer uma explicação para o que aconteceu.

“Desde que ela foi internada, peço para que a prefeitura nos informe qual medicamento minha filha tomou no PS e, até agora, não tive uma resposta. Não me passaram nem o receituário. Minha filha entrou naquele pronto-socorro com saúde e saiu direto para UTI. Algo tem que ser feito”, desabafa.

Em nota, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande informou que prestou todo atendimento necessário à paciente e que está dentro dos padrões estipulados pelos órgãos reguladores da saúde.

A administração explica ainda que a falta de ar devido bronquite se acentuou rapidamente o que piorou o quadro clínico. A paciente foi encaminhada para o Hospital Irmã Dulce. A Sesap esclarece também que ainda que vai investigar o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA