Acusado de matar homem a facadas em posto de combustíveis é condenado a 16 anos de prisão

0
Crime foi registrado pelas câmeras de segurança — Foto: Reprodução/TV TEM

Crime aconteceu há um ano em Pirajuí (SP) e teria motivação passional. Câmeras de segurança registraram o momento em que a vítima foi esfaqueada.

Depois de um ano do crime, o acusado de matar um homem de 44 anos a facadas em posto de combustíveis em Pirajuí (SP) foi condenado a 16 anos de prisão em regime fechado pelo Tribunal do Júri.

O crime aconteceu no dia 21 de novembro de 2017 e nesta quarta-feira (21), o júri decidiu pela condenação de Hernandes Aparecido da Silva por homicídio qualificado, por motivo fútil e mediante traição.

Ele matou a facadas Ismar Coelho da Silva após os dois discutirem por causa da mulher do agressor, que estaria frequentando a casa da vítima.

Imagens do circuito de segurança do posto de combustíveis registraram a briga e o momento que Ismar foi esfaqueado

Ele foi atingido por pelo menos sete facadas e chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Logo depois, Hernandes chegou a fugir, mas foi preso em flagrante no dia seguinte e teve a prisão convertida em preventiva na audiência de custódia.

Ele alegou que agiu em legítima defesa e que teria usado uma faca que estava na cintura de Ismar para agredi-lo. Mesmo assim o Júri decidiu pela condenação do réu. Cabe recurso da defesa, mas Hernandes não pode recorrer em liberdade, por isso permanece preso.