Acusado de agredir namorada a proibiu de passar o Natal com os pais: ‘Deu uma paulada nela’, diz mãe

0
Mulher foi socorrida desacordada após ser agredida pelo companheiro em Itapuí — Foto: Arquivo Pessoal

Mulher contou aos pais que apanhou após dizer ao companheiro que queria passar as festas com eles. Vítima foi encontrada desacordada na sede do sindicato rural de Itapuí (SP).

O homem de 51 anos que foi preso suspeito de agredir a namorada em Itapuí teria usado um pedaço de pau para bater na vítima porque ela falou que queria passar o Natal com os pais, segundo contou a mãe da vítima.

Luiza dos Santos Silva Cunha, de 43 anos, foi encontrada desacordada na noite de quarta-feira (27) na sede do sindicato rural de Itapuí. Ela e o companheiro, Luiz Carlos Teixeira, são lavradores e costumavam participar de festas no local.

Luiza estava em um colchão em um dos cômodos do imóvel e foi localizada pela irmã, que acionou o socorro e a polícia. Após ser socorrida pelo Samu em estado grave, Luiza contou aos pais que o companheiro lhe agrediu com uma paulada na cabeça após ela dizer que gostaria de passar o Natal com eles. A mulher segue internada na Santa Casa de Jaú.

“Ela queria passar o Natal comigo, mas ele não deixou e de uma paulada na cabeça dela. Foi o que ela contou para gente no hospital. E não é a primeira que ele bate nela, ela já chegou várias vezes em casa machucada”, afirma a mãe da lavradora, Alair dos Santos Silva.

Ainda de acordo com a mãe da vítima, apesar das constantes agressões, ela nunca denunciou Luiz para a polícia. Mas, diante da gravidade dessa última agressão, a irmã de Luiza procurou a polícia e após a denúncia, o caso passou a ser investigado.

Luiz foi preso em flagrante quando estava na rodoviária da cidade, prestes a entrar em um ônibus.

Mãe se emocionou ao falar da agressão contra a filha em Itapuí  — Foto: TV TEM / Reprodução
Mãe se emocionou ao falar da agressão contra a filha em Itapuí — Foto: TV TEM / Reprodução

A família é contra o relacionamento que já dura quase seis anos e agora espera que o agressor fique preso. “O que a gente quer é que ele pague pelo o que fez, quantas vezes ela chegou em casa toda machucada e dessa vez foi horrível. Ela estava praticamente morta”, lamenta o pai da vítima, Manoel Florentino da Silva.

O suspeito teve a prisão em flagrante convertida em preventiva na audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (27) e foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Bauru. Já a vítima permanece internada na Santa Casa de Jaú, consciente e em observação.

Vítima foi encontrada desacordada em colchão na sede do sindicato rural de Itapuí  — Foto: TV TEM / Reprodução
Vítima foi encontrada desacordada em colchão na sede do sindicato rural de Itapuí — Foto: TV TEM / Reprodução