Três cidades da região têm índices altos de infestação da dengue

0
Voluntário faz limpeza em casa em Araçatuba (Foto: Reprodução / TV TEM)

Monte Aprazível, São João das Duas Pontes e Araçatuba são as cidades.
Cidades estão entre as que mais apresentam larvas dos mosquito.

Três cidades da região noroeste paulista estão na lista negra da dengue: Monte Aprazível (SP), São João das Duas Pontes (SP) e Araçatuba (SP). Os municípios estão entre os que mais apresentam larvas dos mosquitos Aedes aegpyti. Os dados são do Ministério da Saúde que colocou em alerta 28 cidades no estado.

O resultado do Liraa foi de 1,4%. É um número maior do que é considerado normal pelo Ministério da Saúde. Nesta sexta-feira (25), agentes de saúde fizeram uma passeata pelas ruas de Araçatuba (SP) para alertar a população da importância de cuidar do quintal.

Funcionários do Centro de Controle de Zoonoses, da Vigilância Sanitária, da Sucen, e do Corpo de Bombeiros, foram para as ruas para conscientizar as pessoas sobre os perigos da dengue. A ação fez parte da Semana Nacional de Mobilização contra a Dengue.

Com o resultado do último Liraa, a cidade precisa ficar mesmo em alerta.  O Liraa é um levantamento para saber como está infestação de larvas do mosquito da dengue no município. A pesquisa é feita em todas as cidades do país, e o resultado de Araçatuba não foi nada positivo. De casa 100 casas visitadas, em mais de uma, os agentes encontraram larvas do Aedes aegypti.

Com isso, existe agora o risco de uma possível epidemia. Segundo a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses, durante o levantamento, foram encontrados 111 recipientes com larvas do mosquito. Agora, em cima desse resultado, são desenvolvidas as ações de combate.

Só neste ano Araçatuba registou quase 700 casos da doença. No ano passado, foram 1.678 casos. “As áreas com maior índice foram a região norte e a região sul, essas áreas estão sendo trabalhadas minuciosamente. O que preocupa são os criadouros que tenho em casa e a pessoa não vai conseguir tirar, como ralos, bebedouros, piscinas”, afirma Edna Vargas, coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses.

A prefeitura de São João das Duas Pontes (SP) disse que já reforçou o combate e a vigilância nas casas. Segundo a coordenadora de saúde de Monte Aprazível (SP) as ações de combate ao mosquito não param.

DEIXE UMA RESPOSTA