Prefeitura negocia dívida e coleta de lixo volta em Nova Granada

0
Chuva forte causou estragos em Nova Granada (Foto: Divulgação/ Arquivo Pessoal)

Administração anterior deixou de pagar empresa contratada em dezembro.
Chuva forte na última semana alagou ruas e espalhou lixo pela cidade.

A coleta de lixo foi restabelecida nesta terça-feira (3) em Nova Granada (SP), depois de duas semanas. O problema foi causado por falta de pagamento por parte da prefeitura à empresa responsável pela coleta.

Nas últimas semanas do ano, o lixo foi recolhido por um caminhão da prefeitura. Na quarta-feira (28) uma forte chuva formou enxurradas, que espalharam os resíduos pela cidade inteira, o que causou muita reclamação de moradores.

Segundo a assessoria de gabinete da prefeita Tânia Yugar, a dívida foi renegociada empresa contratada para fazer a coleta, e os o serviço foi restabelecido. Em nota, a Constroeste disse que o pagamento foi reprogramado pela prefeitura.

Entenda o caso
Além do problema da coleta, as bocas de lobo estão entupidas, o que piora ainda mais a situação.

Lixo ficou espalhado pelas ruas de nova granada (Foto: Divulgação/ Arquivo Pessoal)
Lixo ficou espalhado pelas ruas de nova granada (Foto: Divulgação/ Arquivo Pessoal)

No bairro Vila Havana, algumas casas ficaram alagadas. Já no bairro Vila Gumercindo, a quantidade de lixo impediu o escoamento da água e, com a chuva forte, o córrego transbordou. Quando a água abaixou era possível ver o acúmulo de lixo e lama sobre a ponte. Com medo e para tentar evitar outra enchente, os moradores resolveram colocar os sacos de lixo nos galhos das árvores.

A prefeitura informou que o pagamento que fazia para a empresa responsável pelo serviço na cidade parou de ser feito na última quarta-feira (21) por falta de dinheiro. Segundo nota encaminhada pelo Executivo, ou os salários dos funcionários eram pagos, ou as empresas contratadas. Agora, as negociações para retomar a coleta ficaram para a próxima gestão. O contrato custava aos cofres públicos R$ 100 mil ao mês.

Multas
No entanto, apesar de tentar conter o problema com uma coleta de lixo improvisada, a prefeitura de Nova Granada foi autuada pela Cetesb por depositar lixo irregularmente três locais dois locais ficam em Nova Granada e são clandestinos.

Além disso, há o problema de disposição inadequada que não atende aos critérios técnicos de aterramento e recobrimento do lixo. O aterro de Icém (SP), que também recebia os resíduos encaminhados pela prefeitura, não tem licença do órgão para atuar. Os locais serão interditados.

O executivo foi autuado e a multa para cada terreno irregular pode passar dos R$ 15 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA