Polícia investiga se gestante morreu e perdeu bebê após erro de enfermeiros

0
Polícia investiga morte de Nicole após injeção em Praia Grande (Foto: Arquivo Pessoal)

Nicole di Silvério dos Santos, de 15 anos, estava grávida de cinco meses.
Boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande.

Nicole morreu após tomar uma injeção em Praia Grande (Foto: Arquivo Pessoal)A Polícia Civil investiga o caso da jovem de 15 anos que perdeu o bebê e morreu após tomar uma injeção em um pronto socorro de Praia Grande, no litoral de São Paulo. Nicole di Silvério dos Santos, de 15 anos, estava grávida de cinco meses e existe a suspeita de que um erro de algum funcionário da enfermagem possa ter ocasionado a morte.

Vanessa di Silvério, mãe da adolescente, procurou o auxilio de um advogado e fez boletim de ocorrência, na tarde desta terça-feira (4), por conta da morte da filha e da neta. A ocorrência foi registrada na Delegacia Sede do município.

“Mesmo depois de tudo o que aconteceu, ainda não recebemos nenhum posicionamento da prefeitura. Agora fizemos um boletim de ocorrência e acionamos um advogado, porque essa história não pode ficar impune”, desabafa.

Nicole estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Irmã Dulce e morreu no último sábado (1º). O atestado de óbito deve sair somente daqui 15 dias.

Prefeitura investiga
Os problemas começaram no dia 20 de setembro. Nicole foi até ao Pronto Socorro localizado no bairro Quietude, local onde era realizado seu pré-natal.

Vanessa afirma que as mortes da filha e da neta ocorreram após uma negligência da equipe que aplicou uma injeção na adolescente.

Segundo ela, a jovem deveria receber uma medicação diluída no soro. No entanto, a medicação foi aplicada diretamente na veia da adolescente.

Em nota, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande informou que prestou todo atendimento necessário à paciente e que está dentro dos padrões estipulados pelos órgãos reguladores da saúde.

A administração pública ressalta que entregou cópias do prontuário aos famíliares e que abriu um processo administrativo para apurar um possível erro médico dos enfermeiros envolvidos.

Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (Foto: Reprodução/TV Tribuna)

DEIXE UMA RESPOSTA